Archives for posts with tag: salada

As primeiras melancias do ano apareceram na feira algumas semanas atrás e desde então tem sempre uma na minha geladeira. Acho melancia perfeita como ela é, mas de tanto dar de cara com essa fruta (sempre que abro a geladeira, o que acontece dezenas de vezes por dia), acabei tendo umas ideias. Por exemplo, descobri que ao juntar um pouquinho de hortelã picada e um fio de suco de limão sobre cubos de melancia, a fruta ganha um sabor todo especial e se torna uma sobremesa ainda mais refrescante. A inspiração veio da minha limonada rosa (se você ainda não experimentou aqui vai um conselho: prepare essa delícia assim que as melancias aparecerem na sua cidade) e acabei criando a versão sólida dessa receita. Mas minha vontade de inovar não parou por aí.

Aqui na Palestina o pessoal adora servir melancia com um queijo de ovelha bem salgado e embora nunca tenha provado a mistura (por razões óbvias), achei a ideia de misturar melancia com um ingrediente de sabor marcante e salgado ótima. Só faltava encontrar um ingrediente vegetal que tivesse essas características e depois de matutar um pouco resolvi fazer uma salada de melancia com azeitonas. Como eu gosto muito de juntar hortelã fresca às minhas saladas cruas, essa erva também entrou na receita, assim como um pouco de suco de limão e uma pitada de pimenta moída na hora. Confesso que a primeira garfada entrou na minha boca com uma certa hesitação, mas minhas papilas só precisaram de um segundo pra aprovar a combinação inusitada. Preparem-se pra uma explosão de sabores na boca: doce, salgado, ácido, fresco (da hortelã) e levemente apimentado.

salada de melancia

Não precisa de receita, basta cortar sua melancia em cubos médios, retirar os caroços, juntar um punhadinho de azeitona verde (de ótima qualidade) picada, um punhadinho de hortelã fresca picada, temperar com uma pitada de pimenta do reino (melhor se for moída na hora) e regar com um fio de suco de limão. Depois é só se deliciar.

Se vocês gostam de melancia tanto quanto eu e quiserem testar maneiras mais criativas de degustar essa fruta, ficam aqui minhas sugestões.

salada de beterraba e nozes1

Vocês sugeriram que eu publicasse mais receitas de sobremesas e cá estou eu com uma receita de salada (e isso logo depois de ter publicado uma receita de sopa!)… Mas o que posso fazer? Tem gente que saliva com tortas de chocolate e cheesecakes, outros com beterraba e sopas.

Essa é a minha salada de beterraba preferida, uma receita que faço regularmente aqui em casa. Já publiquei outras saladas de beterraba aqui no blog, como essa salada de beterraba e rúcula e essa outra de beterraba e laranja, ambas simples e deliciosas. Mas a salada de hoje é mais que deliciosa, é maravilhosa! Sei que sou suspeita pra falar, pois sou louca por beterraba e adoro nozes com todas as minhas forças, mas se você gosta dos ingredientes dessa receita separados, pode ter certeza que a soma deles é uma explosão de sabores e texturas. O macio e doce da beterraba, o sabor marcante e o crocante das nozes, o frescor verde da salsinha… sublime!

Mas, amantes de sobremesas, não se desesperem! A receita de torta de chocolate e café que fiz pro almoço de natal ainda está esperando pra aparecer aqui. Achei que seria indecente publicar algo do tipo numa segunda-feira, mas na quarta-feira já me parece totalmente aceitável… Porém não deixem a perspectiva da torta distrair vocês. Essa salada também merece atenção e com um look lindo desses deveria aparecer na sua mesa em ocasiões especiais (e em segundas-feiras chuvosas).

 salada de beterraba e nozes3

Salada de beterraba com nozes

Beterrabas, assim como todo legume, absorvem melhor os sabores se você tempera-las ainda quentes. Por isso o ideal é despejar o molho sobre os cubos de beterrabas quentes, deixar esfriar e só então juntar os outros ingredientes. O sal com salsão, ou qualquer outro sal com ervas, deixa essa salada ainda mais saborosa. Pra quem não sabe como cozinhar beterraba: coloque as beterrabas inteiras e com casca em uma panela de pressão, cubra com água e cozinhe entre 20-40 minutos (a partir do momento em que a panela pegar pressão), dependendo do tamanho das suas beterrabas.

2 beterrabas médias cozidas, descascadas e cortadas em cubos pequenos

1/2x de nozes

1 punhado generoso de salsinha, picada

Molho:

3cs de azeite

2cs de vinagre balsâmico

1cc de mostarda de Dijon (opcional)

1/2 dente de alho, ralado

1cs de chalota* ou 1/2cs de cebola roxa, picadinha

Sal com salsão (receita aqui) ou sal marinho

Pimenta do reino

Misture o azeite, vinagre, mostarda de Dijon, alho e chalota (ou cebola roxa) e despeje sobre os cubos de beterraba quentes (leia explicações acima). Tempere com sal de salsão (ou outro) e pimenta do reino a gosto. Enquanto a beterraba esfria, toste as nozes a seco em uma frigideira grande. Sacuda a frigideira algumas vezes pras nozes tostar dos dois lados. Quando as nozes estiverem bem douradas e perfumadas, retire do fogo, deixe esfriar um pouco e pique grosseiramente.  Junte as nozes e a salsinha à beterraba e misture bem. Prove e corrija o tempero. Sirva em temperatura ambiente. Rende 4 porções como acompanhamento.

*Chalota é um tipo de cebola mais suave e menor do que cebolas comuns. A casca é dourada, mas o interior é lilás, elas são alongadas e geralmente têm dois gomos. Gosto muito de chalotas, pois elas têm um sabor mais delicado mesmo quando consumidas cruas. Se usar cebola roxa, que é mais intensa, use só 1/2cs.

Salada de batata com maçã e azeitona, ou “a salada de Lila”.

Eu já falei muito da minha irmã caçula aqui no blog, mas acho que nunca mencionei que tenho mais duas irmãs. Ao contrário de Lu e eu, elas não sentem nenhum afeto pela cozinha e a mais velha, Lila, é famosa pela falta de talento nesse departamento (ela tem vários outros talentos, garanto). Na hora de preparar comida, o que ela faz cada vez mais raramente, Lila junta a falta de interesse com a falta de paciência, mistura o que vir pela frente, corta as verduras em quatro (e se justifica dizendo “estilo chinês!”) e o resultado, embora comestível, nunca impressiona ninguém. Como eu disse, ela tem outros talentos e nem todo mundo faz questão de brilhar na cozinha como eu.

Mas Lila tem uma especialidade: salada de batata com maçã e azeitona. Não faço ideia da origem da receita, nem como ela foi parar nas mãos da minha irmã, mas faz muitos anos que essa salada tem presença obrigatória na nossa mesa. Nenhuma celebração é completa sem ela e um jantar só é especial se contar com a salada de Lila.

A versão de Lila tem batata, maçã, azeitona e o molho é uma mistura de maionese e creme de leite. Há tempos venho pensando em fazer a versão vegana da especialidade da minha irmã, mas meu desejo era deixa-la mais nutritiva, além de 100% vegetal.  Eu poderia ter usado um molho à base de tofu, como na minha salada de batata preferida. Além de delicioso, esse molho tem uma textura parecida com a mistura maionese/creme de leite usada na receita original. Mas nem sempre tenho tofu em casa e sei que muitos leitores têm dificuldade de encontrar tofu de qualidade em suas cidades. Como sempre tenho um potinho do meu hummus na geladeira, decidi incorporar essa pasta na salada. E como nenhum prato é completo pra mim sem pelo menos um tiquinho de verde, acrescentei salsinha picada à minha versão.

Pode até parecer estranho usar hummus como molho aqui, mas ele casou perfeitamente com os outros ingredientes e o sabor, misturado com os vegetais, ficou bem mais discreto. Sem contar que hummus é uma das coisas mais nutritivas, e deliciosas, que existe. O que faz dessa salada algo realmente especial é a combinação de texturas (a batata macia e a maçã crocante) e de sabores (o doce da fruta misturado ao salgado das azeitonas). E como adoro ervas frescas, a salsinha era a nota que faltava pra ficar realmente perfeito.

Confesso que não sou fã de batata e se tiver que escolher, prefiro sempre saladas à base de folhas (como essa aqui, por exemplo), mas tenho que reconhecer que essa salada é muito gostosa. Se você gosta de saladas com legumes cozidos e maionese, experimente essa versão original e muito mais nutritiva. Ainda não tive a oportunidade de servir minha versão pra Lila, mas tenho certeza que ela aprovaria.

A salada de batata de Lila (modificada por mim)

Uso um hummus tradicional nessa salada. A receita está aqui. As outras saladas de batata que apareceram aqui no blog: salada de batata com azeitona preta e azeite e salada de batata com tofu defumado e uva (com vídeo!).

4 batatas médias

3 maçãs

1/2x (bem cheia) de azeitonas verdes, picadas grosseiramente

Um punhado de salsinha

5cs de hummus

1cs de azeite

Sal e pimenta do reino

Descasque e corte as batatas em cubos médios. Cozinhe na água salgada, ou no vapor, até ficar macia (cuidado pra não cozinhar demais, senão os cubos de batata virarão purê quando você misturar com os outros ingredientes). Transfira a batata cozida pra uma saladeira grande e deixe esfriar completamente. Se você cozinhou a batata no vapor, salgue a gosto. Corte as maçãs com casca em cubos médios, do tamanho dos cubos de batata. Coloque as maçãs cortadas, as azeitonas e a salsinha picadas na saladeira. À parte misture o hummus com o azeite e bata com um garfo pra incorporar. Se seu hummus for bem espesso, junte 1 ou 2cs de água pra afinar um pouco. O ideal é atingir uma consistência parecida com maionese: cremosa e não muito densa. Despeje sobre os vegetais, tempere com pimenta do reino (melhor se for moída na hora) e misture delicadamente pra não amassar as batatas. Prove e corrija o tempero. Sirva em temperatura ambiente ou, como fazemos na minha família, gelada. Rende 4 porções como acompanhamento.