Por mais que eu adore minhas papas de aveia (e pelos comentários de vocês, não sou a única), faz tempo que venho procurando outros cereais pra transformar em café da manhã. Vi que algumas pessoas andam usando quinoa no lugar da aveia, mas minha tentativa de transformá-la em papa não foi satisfatória. Eu adoro o sabor e a textura desse cereal (que tecnicamente é uma semente, mas quem se importa?), porém ao aquecer quinoa cozida com um pouco de leite vegetal, o resultado foi… quinoa cozida com leite vegetal ao redor, não a papa cremosa que eu queria. Diferente da aveia, que se transforma em creme quando cozida, a quinoa continua do mesmo jeitinho. Como eu disse, eu adoro a textura da quinoa cozida, essas bolinhas que estouram na boca, e ela é muito bem vinda em saladas, sopas… Mas eu queira um café da manhã tão cremoso quanto as minhas adoradas papas de aveia. Tem algo na cremosidade de uma boa papa de aveia quentinha que me traz reconforto e aconchego, como se um cobertor invisível fosse colocado sobre os meus ombros e mãos invisíveis acariciassem os meus cabelos. Então deixei essa história de papa de quinoa pra lá e agarrei e beijei o pote de aveia, jurando-lhe fidelidade eterna.

E a solução estava ali mesmo. Demorou mais de um ano, mas acabei tendo a ideia de acrescentar um pouco de aveia em flocos finos e voilà! Eles cozinham em um piscar de olhos, envolvendo a quinoa em um creme aveludado.  Era tudo que eu queria: um café da manhã cremoso, mas com a textura original e todos os nutrientes da quinoa. E o sabor? Delicioso! A aveia casou perfeitamente com a quinoa e o resultado é interessante e delicado. Pra deixar tudo ainda melhor, gosto de juntar um pouquinho de óleo de coco extra virgem a esse creme. Além de aumentar a cremosidade e realçar o sabor (se você gostar de coco, claro), incluir uma fonte de gordura boa no seu café da manhã vai aumentar a sensação de saciedade e você não vai querer atacar o pacote de biscoitos no meio da manhã. Muitas pessoas me escreveram nos últimos tempos reclamando que desde que se tornaram vegetarianos/veganos sofrem de uma fome insaciável e pedindo dicas pra resolver o problema. Aumentar a quantidade de gordura (boa) das suas refeições é uma. (Se você está enfrentando esse problema, deixe um comentário aqui e se muita gente se manifestar escreverei um post sobre o assunto).

Uma palavrinha sobre o uso da quinoa nessa receita. Sei que esse ingrediente custa uma fortuna no Brasil, por isso sugiro que você o encare como um super-alimento que oferece muitos nutrientes, além de ser uma proteína completa, mas que está longe de ser indispensável pra sua saúde. Mas se você quiser quebrar o porquinho (o cofrinho, claro) e levar um pacote de quinoa pra casa, esse creme é uma maneira econômica de consumi-la. Faz sentido reservar os super-alimentos super caros (chia, farinha e óleo de coco…) às suas preparações matinais. Com expliquei aqui, essa é a refeição que mais precisa ser melhorada e como você não precisa de grandes quantidades desses ingredientes pra preparar o café da manhã, vale a pena investir em alimentos especiais pra começar o dia com uma oferta maior de nutrientes, sem pesar muito no bolso.

Além da mistura de cereais ser uma delícia, juntei maçã, passas e canela, três ingredientes que adoro juntos, e esse creme se transformou em uma das minha papas preferidas de todos os tempos. Nessas manhãs cinzentas e chuvosas de novembro, começar o dia com um pratinho de reconforto faz toda a diferença.

creme de quinoa e maçã3 Creme de quinoa e maçã

Na lista dos vegetais mais contaminados com agrotóxicos, maçãs estão lá no topo. Então mesmo se você não puder comprar todos os seus vegetais orgânicos, recomendo comprar sempre maçã orgânica. O óleo de coco extra virgem (não confundir com óleo de coco comum) deixa essa papa ainda mais cremosa e um um suave sabor de coco que adoro, além de aumentar a quantidade de nutrientes do seu café da manhã. Se você não tiver esse tipo de óleo em casa pode cozinhar a  maçã em um pouco de azeite (não precisa usar mais azeite na finalização da papa). Importante: use as sobras de quinoa do dia anterior, assim esse creme ficará pronto em poucos minutos. E se você gostou da ideia de utilizar cereais diferentes na sua papa, essa receita com amaranto e banana caramelizada de Márcia, do Compassionate Cuisine, vai te agradar.

1 maçã

4cs (bem cheias) de quinoa cozida e escorrida (na água, sal e nada mais)

2cs de aveia em flocos finos

3/4x de leite vegetal

1 ou 2 cs de passas (use a quantidade maior se quiser um resultado mais doce)

óleo de coco extra virgem

canela em pó a gosto

Corte a maçã em cubos pequenos (não precisa descascar). Em uma panela pequena, aqueça um pouco de óleo de coco extra virgem  (o equivalente a 1cc, se ele estiver líquido) e doure a maçã em fogo médio/baixo, mexendo de vez em quando. Cubra a panela e deixe cozinhar mais alguns minutos, mexendo mais algumas vezes e tomando o cuidado de não deixar queimar (diminua o fogo, se preciso). A maçã deve amolecer um pouco, mas não ao ponto de começar a se desintegrar (alguns minutos de cozimento são suficiente). Junte a quinoa cozida, a aveia, as passas e o leite vegetal. Cozinhe, mexendo sempre, durante mais 1 ou 2 minutos, ou até a mistura ficar cremosa e encorpada. Desligue o fogo e junte mais um pouquinho de óleo de coco extra virgem (o equivalente a 1cc, se ele estiver líquido) e canela a gosto. Misture bem e sirva quente. Rende 2 porções comportadas, ou 1 porção extra grande.