Tofu mexido

Um dos alimentos mais injustiçados que conheço é o pobre do tofu. Serei honesta: tofu puro, na melhor das hipóteses, tem gosto de absolutamente nada e na pior, tem um gostinho meio estranho (tudo vai depender da qualidade e frescor do tofu). A primeira vez que comi tofu foi em casa, há muitos anos atrás. Aquele bloco de massa branca passou do supermercado pra frigideira pro meu prato com o acréscimo somente de azeite e sal. No final da preparação o gosto tinha passado de “isopor” pra “isopor com sal”. A experiência foi tão traumática que só me aproximei de tofu novamente quando virei vegana. Pensei: “Misericórdia! Agora vou ter que me alimentar de isopor.” Mas eu estava determinada a não abrir mão do sabor no meu novo regime e pesquisei maneiras de deixar o danado do tofu mais saboroso.

Logo de cara descobri o óbvio: se você não temperar muito bem o tofu ele vai continuar com gosto de nada. Esse é um erro muito comum que os noviços em matéria de tofu fazem. Dizer que tofu é “queijo de soja” é perigoso. Entendo que sendo o resultado da coagulação do leite de soja, essa seja a maneira mais fácil de descrevê-lo. Mas as pessoas têm tendência a tratá-lo como queijo na hora de consumí-lo, ou seja, dar uma fritadinha, salpicar um pouco de sal e pronto (o erro que cometi anos atrás). Preparado assim, o resultado será sempre decepcionante. Porém quando tratado com carinho, temperado, marinado, grelhado, misturado a outros ingredientes, o tofu brilha com mil sabores diferentes. Pois essa é a mágica do tofu: por não ter gosto próprio, ele pode absorver o sabor de outros alimentos, ganhando um gosto diferente a cada prato.

Infelizmente, nem todo mundo entendeu isso. Todas as vezes que comi tofu em um restaurante saí extremamente decepcionada, ao ponto de hoje só comer o tofu que eu mesma preparo. Anne é louca por tofu mas sempre que ela exprime o desejo de pedir um prato com tofu em algum restaurante, sou obrigada a tomar o cardápio de suas mãos e dizer: “Nós não comemos tofu em restaurantes, lembra?” Sim, além de ser uma esnobe do chocolate também sou uma tirana do tofu.

No entanto, não precisa de muito esforço pra transformá-lo em algo gastronomicamente interessante. A receita de hoje é a prova que dando um pouco de atenção ao tofu, e acrescentando alguns ingredientes de gosto forte, ele se torna um prato saboroso que vai agradar vegs e não vegs.  Você pode usar esse tofu mexido pra fazer um sanduíche, comê-lo como prato principal ao lado de diversos acompanhamentos ou incorporá-lo a outras receitas, como uma torta salgada ou lasanha, por exemplo. Aqui em casa a gente gosta de comer tofu mexido nos domingos, quando trocamos o café da manhã por um brunch, acompanhado de pão integral, molho de queijo de castanha e salada crua.

Se sua relação com tofu não é  amigável, graças a essa receita você vai fazer as pazes com ele. E se você sempre quis experimentar tofu mas não sabia como prepará-lo, essa é a maneira mais simples e saborosa de incluí-lo no seu cardápio.

Tofu mexido

Essa é a minha receita básica. Dependendo do meu humor e do que eu achar disponível na geladeira, acrescento outros ingredientes. No final da receita você encontrará sugestões pra variar os sabores.

400gr de tofu firme

1 cebola

1 dente de alho picado

4 a 5cs de shoyo

1cc de cebola desidratada em pó (opcional)

1cc de alho desidratado em pó (opcional)

1cc de levedo de cerveja (opcional)

1 pitada de pimenta do reino

3cs de azeite

Se seu tofu for meio mole, você terá que retirar um pouco de água pra que ele se torne mais firme. Corte o bloco de tofu em fatias grossas. Cubra um prato raso e grande com duas folhas de papel absorvente. Disponha as fatias de tofu sobre o papel, cubra com mais duas folhas de papel absorvente e coloque outro prato raso, do mesmo tamanho, por cima, fazendo um sanduíche. Faça pressão com as duas mãos sobre o prato, espremendo bem o tofu pra retirar um pouco da água. Caso seu tofu já seja bastante firme, não precisa “drená-lo”. Esquente 2cs de azeite na maior frigideira que você tiver (antiaderente ou de ferro). Com os dedos, esfarele o tofu diretamente sobre a frigideira. Os pedaços têm que ser bem pequenos, lembrando a consistência de ovos mexidos, mas se alguns ficarem maiores você pode esmagá-los com a colher de pau mais tarde. Deixe dourar sem mexer durante 5 minutos, depois mexa bem pra dourar do outro lado, esmagando os pedaços maiores. Enquanto isso descasque a cebola e corte-a ao meio no sentido do comprimento. Corte cada metade em fatias finas. Com a colher de pau empurre o tofu pras bordas da frigideira, deixando um espaço vazio no centro. Coloque 1cs de sopa de azeite no centro da frigideira e doure a cebola (assim você terá espaço pra dourar a cebola e ao mesmo tempo o tofu continua cozinhando dos lados). Quando a cebola estiver bem dourada junte o alho e deixe cozinhar mais 1 minuto. Misture o tofu com a cebola e alho e junte os temperos secos. Regue com 4cs de shoyo, distribuindo de maneira igual sobre todos os pedacinhos, e mexa até ele ser absorvido pelo tofu. Prove um pedacinho e acrescente mais 1cs de shoyo, se precisar. O shoyo aqui é o  ingrediente que vai dar sabor  ao tofu então acrescente o suficiente pra que fique bem saboroso, mas pare antes que fique salgado demais. Desligue o fogo e sirva imediatamente. Serve 3 pessoas como prato principal. Essa quantidade de tofu rende recheio suficiente pra 4-6 sanduíches ou 1 torta salgada/lasanha grande.

Pra incrementar seu tofu mexido acrescente ao prato pronto :

1 tomate picadinho (temperado com sal)

• um punhado de ervas frescas picadas (salsinha, manjericão, cebolinha)

• 1 cs de mostarda (ou a gosto)

• 1cc de orégano

• tomates secos picados

• azeitonas (verdes ou pretas) picadas

• cogumelos (acrescente as fatias de cogumelos crus ao mesmo tempo que o alho e deixe cozinhar alguns minutos até ficar macio)

• milho verde

• ervilhas

• 1x de molho de tomate (se o molho não for temperado, junte um pouco de sal também)

• o que mais sua imaginação mandar