Bolinhos de feijão branco e lentilha

Reparou a mudança do cabeçário? Minha adorável, e talentosa, cunhada Claire criou o design novo e um logo pro blog.  Achei tão lindo que não me canso de adimirar…

Como não quero escrever muito hoje (prefiro admirar meu papacapimzinho) vou direto ao assunto: bolinhos de feijão branco e lentilha. Essa receita não faz parte da categoria de pratos que sirvo para impressionar os convidados. Os bolinhos são saborosos, simples e rústicos, como um bom prato de feijão com arroz. Podem não ser muito fotogênicos, mas são perfeitos pra satisfazer aquela fome de comida consistente e nutritiva. Como a receita rende muito mais bolinhos do que somos capazes de comer em uma refeição aqui em casa, congelo uma boa parte pra comer depois. Aconselho você a fazer o mesmo. Se sua casa tiver mais pessoas que a nossa, dobre (ou triplique) as quantidades. Embora a receita seja simples, o tempo de preparação é um pouco longo, então é melhor fazer uma quantidade grande e estocar no congelador bolinhos suficientes pra vários almoços.

Esses bolinhos são ricos em proteínas, fibras, cálcio (feijão branco) e têm tripla dose de ferro vindo da lentilha, feijão e aveia.  Por isso eles merecem ser o prato principal, acompanhados de algum cereal (como trigo, cevada, quinoa, painço ou arroz), legumes refogados e salada crua. Ontem comemos os bolinhos com risoto de cevada/abobrinha/tomate e salada de repolho com cenoura e fomos dormir com a barriga contente. Uma vez preparei mini bolinhos (croquetes) e servi com chutney de manga como aperitivo. Também fomos dormir com a barriga contente nesse dia.

Bolinhos de feijão branco e lentilha

Essa é uma receita muito prática que pode ser adaptada segundo suas preferências e ingredientes à disposição. Respeitando as proporções da “base”, você pode variar o tipo de feijão, ervas e temperos à vontade*. Mas lembre-se: pros bolinhos ficarem gostosos capriche na quantidade de temperos. Esses bolinhos são perfeitos pra utilizar os restos de feijão ou lentilha da geladeira (melhor ainda se eles já estiverem temperados). Congele crus os bolinhos que não for comer imediatamente. Não precisa descongelá-los antes de fritar.

Base:

2x de feijão branco cozido

1 ½ x de lentilha cozida

1x de farinha de rosca (faça a sua passando pão dormido, ou levemente tostado, no liquidificador até virar pó)

½ x de aveia em flocos

Temperos:

3/4x de salsão picado

1 cebola grande picada

4 dentes de alho picados

3cs de molho shoyo

2cs de molho inglês (atenção: alguns não são veganos. Leia a lista de ingredientes no rótulo pra ter certeza.)

1cc de tomilho seco

1cc cheia de cominho

½ cc de páprica

1cc de alho em pó (opcional)

1cc de cebola em pó (opcional)

1cc de caldo de legumes em pó

2cs de azeite, mais pra fritar os bolinhos

sal e pimenta do reino a gosto

Refogue a cebola e o aipo no azeite até a cebola ficar transparente. Junte o alho e deixe cozinhar mais um minuto. Junte o feijão, a lentilha e todos os tempeiros. Cozinhe alguns minutos, mexendo com uma colher de pau até o feijão começar a se desfazer. Desligue o fogo e deixe esfriar um pouco. Em uma vasilha grande, junte a mistura de feijão e lentilha e amasse um pouco com um garfo (ou as costas da colher de pau). A idéia é atingir uma conscistência de purê mas com alguns feijões inteiros. Acrescente a farinha de rosca e a aveia e mexa bem. Prove o sal e junte mais se achar necessário. Pegue colheradas da massa e faça bolinhos com as mão, achatando um pouco. Cubra o fundo de uma frigideira grande com uma fina camada de azeite e frite os bolinhos até ficar dourado dos dois lados. Usei uma colher de sopa cheia como medida e fiz 16 bolinhos médios.

*Variações: Substitua o feijão branco por qualquer outro tipo de feijão, esqueça a lentilha e use 2x de feijão de uma cor e 1x ½ de outra, ou 3 ½ x de um tipo só de feijão. Utilise ½ x de arroz integral cozido no lugar da aveia, ou deixe a farinha de rosca de fora e use 1 ½ x de aveia. Na categoria ervas e temperos as possibilidades são inúmeras: curry, coentro em pó, allspices, feno grego, manjerona, alecrim, manjericão… mas não todos ao mesmo tempo!