Depois de um mês e meio morando em um campo de refugiados na Palestina a sala confortável e espaçosa de onde estou escrevendo essas linhas, no interior da França, me parece o palácio de Versailles. Tem uma lareira acesa aqui do lado. Tem uma parede de vidro na minha frente com vista pra um imenso jardim. Vivaldi está tocando baixinho. E eu estou borbulhando de alegria, achando tudo lindo e delicioso.

Sei que estou devendo um post sobre o tour na Palestina, mas preciso de mais alguns dias pra terminar de chegar aqui (sempre volto da Palestina aos pouquinhos e a viagem emocional é muito mais longa do que a viagem física). Por enquanto deixo vocês com algumas das delícias que apareceram no meu prato por lá.

IMG_20141106_092547

IMG_20141204_211553

IMG_20141122_125440

IMG_20141202_174320

IMG_20141207_085344

IMG_20141212_213546

IMG_20141205_164117

IMG_20141210_152144

IMG_20141203_225400

IMG_20141215_130411

IMG_20141209_184336

1- Cappuccino com leite de soja (na Palestina é fácil encontrar o leite de soja mais cremoso e suave de todos!). 2- Warak Shol (folhas de um tipo de couve, recheadas com arroz e verduras). 3- Hummus em Jerusalém. 4- Focacia com alho e pesto vegano. 5- Várias delícias tradicionais palestinas, no restaurante Hosh Yasmin, em Beit Jala (o meu preferido em toda a Palestina). 6-O pão mais consumido naquelas bandas (que fora da Palestina chamam de ‘pita’). 7- Falafel em toda a sua glória, com molho de tahina e pimenta, em Nablus. 8- Almoço no campo preparado pela sororidade: batata doce, muta’bal, azeitonas pretas, guacamole e tomate. 9- Halawa, um doce preparado somente com dois ingredientes: tahina (pasta de gergelim) e açúcar. Esse foi incrementado com pistaches, cacau, amêndoas e passas. 10- Café palestino, super forte e perfumado com cardamomo. 11-Brunch em Belém, com bagel, muta’bal, cogumelos salteados, espinafre com creme, abobrinha grelhada e molho de tomate cru. 12- Brunch em Tel Aviv, com tofu mexido com cogumelos, kalayat bandora (tomates salteados com cebola), couve-flor assada, molho de tahina, chocolate quente e pão integral com avelãs feito pela minha amiga Johanna.

Prometo voltar aqui segunda pra contar tudo sobre as aventuras do tour Papacapim político-vegano-anarco-punk-feminista na Palestina;)