Pra acalmar grandes apetites

Esse será um post relâmpago, pois ando correndo de um compromisso pra outro e tenho exatos 23 minutos pra escrever esse texto, comer, tomar banho e sair novamente.

Na categoria de comida vegana, barata, simples e capaz de satisfazer os apetites mais vorazes tem essa massa com feijão e tomate. Tempos atrás descobri que na Itália o pessoal gosta de servir macarrão com feijão e embora eu tenha achado a ideia estranha no início, resolvi experimentar, fazendo minha própria versão do clássico italiano, e adorei o resultado. Certo, não é exatamente uma receita sofisticada, daquelas que a gente faz pra impressionar futuros sogros, mas ela quebra um tremendo galho quando você precisa de algo gostoso pra reconfortar o estômago.

Se você faz parte do grupo de veganos que come macarrão com molho de tomate com frequência, por falta de opção ou preguiça de cozinhar, essa é a versão mais nutritiva e saborosa desse clássico (feijão e macarrão formam um proteína vegetal completa).

pasta com feijão e tomate

Pasta com feijão e tomate

Esse é um prato simples, rústico e barato, perfeito pra acalmar grandes apetites (adolescentes, estudantes, trabalhadores braçais, voluntárias em campos de refugiados e toda pessoa em fase de crescimento- independente da direção). Se quiser deixar o prato mais especial, veja algumas sugestões no final da receita.

1 cebola, picada

4-6 dentes de alho, ralados/picados

4 tomates maduros, picados

2cs de extrato de tomate

2x de feijão branco cozido (na água com sal e umas folhinhas de louro)

1/2cc de raspas de limão (cuidado pra não raspar a parte branca dos limão, pois o sabor é amargo)

Azeite, sal e pimenta do reino a gosto

200g de macarrão (idealmente uma massa curta, como penne, gravata ou parafuso)

Aqueça 1cs de azeite e doure a cebola. Junte o alho e deixe cozinhar mais alguns segundos.  Acrescente o tomate picado e o extrato de tomate e deixe cozinhar, coberto, até a mistura se transformar em um molho espesso. Tempere com sal, pimenta do reino e as raspas de limão. Junte o feijão cozido e, se o molho estiver muito espesso, um pouco de água (ou, melhor ainda, do caldo de feijão). Deixe ferver, prove e corrija o tempero, se necessário. Reserve.

Cozinhe o macarrão al dente em bastante água salgada. Aqueça o molho, se necessário. Misture o macarrão com o molho e regue com bastante azeite e mais pimenta do reino (de preferência moída na hora) antes de servir.  Rende 2-4 porções, dependendo do apetite.

*Sugestões: se quiser incrementar essa receita junte um punhadinho de tomate seco ou manjericão fresco picado ao molho (ou os dois) e polvilhe a massa pronta com castanha do Pará ralada.

 

14 comentários em “Pra acalmar grandes apetites

  1. Tem uma versão tradicionalíssima na família que, além dos ingredientes que você listou, leva mostarda (a folha) no final do cozimento. Deliciosa!

    P.S.: Seu blog é muito, muito inspirador!
    Abraços,
    Flávia

  2. Se tem alguém almoçando comigo, povo torce o nariz quando me vê comendo feijão com macarrão. Mas eu amo, fazer o quê? <3]
    A sua versão parece uma delícia, eu comeria (favor não ler com segundas intenções kkkkkkk).

  3. Olá Sandra!
    Que foto apetitosa! Como aqui em casa temos um garotinho louco por macarrão, sempre misturamos o molho de tomate com alguma leguminosa. As minhas combinações favoritas são com grão de bico e lentilha. Gostei da ideia de acrescentar limão, deve ficar ótimo… Por sinal acho que o seu grão de bico catalão deve combinar bem com macarrão, vc já testou? Eu quase fiz isso um dia desses mas acabei preparando outra coisa…
    Bjs

    1. Nunca tentei misturar o meu grão de bico catalão com macarrão, Bárbara, mas imagino que deve ficar bom. Como eu não sou uma grande apreciadora de macarrão não costumo brincar muito com ele na cozinha…

  4. gente!!! pela foto parece mara!! só nunca pensei que uma combinação assim ficasse boa… vale testar!!! gostei da idéia da Barbara de misturar o grão de bico catalão com macarrão, deve ficar bom mesmo..
    bjs

    1. Confesso que resisti à ideia de misturar feijão e macarrão durante muito tempo, até fazer o minestrone que postei aqui tempos atrás. Agora me converti 🙂 Mas como expliquei no post, é uma combinação bem robusta e não comeria isso no calorão do verão, por exemplo.

    1. Não sabia que na culinária tradicional portuguesa vocês misturavam feijão vermelho com massa, Márcia. Achei que só os italianos tinham pensado nisso:)

  5. Olá Sandra,
    Visito seu blog algumas vezes para verificar as receitas – coisa de vegana recente.
    Minha mãe sempre gostou de misturar feijão – o carioca – com macarronada de véspera, então eu aprendi a apreciar essa mistura inusitada – ela tinhas ascendência italiana -, mas eu a degusto somente em casa por motivos óbvios.
    Ainda não tive a oportunidade de experimentar nenhuma de suas receitas, mas elas parecem ótimas. Parabéns!

Deixe uma resposta