Chegando

Depois dos dias maravilhosos entre cariocas, cheguei em terras potiguares. Sinto que Natal ficou meio feinha depois da passagem pelo Rio, mas felizmente rever a família compensa a falta de charme da minha cidade. Por enquanto ainda estou chegando (vou chegando aos pouquinhos, espalhando meus pertences, dizendo “olá” aos familiares…), mas volto em breve com o guia vegano do Rio.

Mas não posso terminar esse post sem dividir os momentos especiais que passei com os leitores que tive a honra de encontrar durante as férias cariocas.

Com Ingrid e Susana, no restaurante Vegana Chácara. Ingrid trouxe o filho Daniel, que segundo ela adora minha aveia dormida.

Com Carlos, no Tempeh.

Ingrid, Susana, Carlos e Daniel, adorei conhecer vocês. Tenho muita sorte de ter leitores tão especiais e espero sinceramente que nossa amizade ultrapasse as fronteiras da net.

 

11 comentários em “Chegando

  1. nossa sandra..fiquei emocionada com este post.
    Tenha certeza de que a amizade já ultrapassou as fronteiras da net em inha casa estará sempre de portas abertas para vocês.
    Aliás, pode preparar um cantinho lá também, que um dia eu ainda vou pra Belém( ih até rimou rs).
    São momentos como esse que fazem a vida valer a pena.
    Muito obrigada
    bjs
    Susana

  2. Olá, Sandra!!!
    Q bom q já chegaram bem em Natal!
    Nossa. Fiquei muito feliz em conhecer vcs, amei a simpatia, o carinho e a amizade!!!
    Com certeza nossa amizade já ultrapassou as fronteiras da internet tb. Aliás, pra mim a Internet não é uma barreira, mas sim uma ferramenta a mais para aproximar as pessoas (isso se utilizada da maneira correta, claro!)
    Aproveite esses dias com a família (família é sempre td de bom!), e um dia ainda vou com a Lene pra Belém tb, pode deixar! Ou a Natal, pode ser tb… rs…
    Fiquei muito feliz em saber q vcs gostaram da nossa Cidade, que, mesmo problemática, não deixa de ser maravilhosa, e encontrou outras pessoas igualmente maravilhosas!
    Um grande beijo pra vc, pra Anne, pra Lu… Enfim, pra toda a família! rs…
    Carlos.

  3. Sandra, querida! Te falo com essa intimidade toda porque sou uma amiga da sua super linda incrível irmã Lu, e ela me fez o favor de recomendar este seu site. Que coisa incrível! Adoro suas receitas. Não gostava de saladas porque as achava insossas, veja só vc. Eu as comia à força. Mas agora, não só é divertido preparar as receitas, como é surpreendente o sabor. Parabéns pelo site lindo! continue seu trabalho massa! beijinhos pra vc, e até o próximo post! =****

  4. Morei em Natal, primeiro no Barro Vermelho, depois na Praia de Sta Rita na Zona Norte…como são as coisas…meu maior sonho é um dia poder rever essa cidade q marcou minha vida…vc só vai postar receitas qdo voltar pra Jerusalëm??? Obg

  5. Sandra!

    Foi lindo conhecer vocês! Fiquei muito feliz por ter feito de tudo pra conseguir ir! Me senti tão gratificada que é até difícil explicar. Lembro que no caminho, quando já estava pertinho do restaurante, meu coração até acelerou pela expectativa de te conhecer!

    Uma pena ter sido tão rápido, mas também acredito que nasceram ali várias amizades e desejos de (re)encontros futuros.

    Olha, Daniel gosta mesmo da aveia, mas não posso deixar de falar nos muffins de limão, que são a sensação e a descoberta recente dele, que ele chama de “bopo”. Sempre que vê as forminhas guardadas ele pede pra eu fazer!

    Mas sobremesas por aqui também não são comuns, e no dia a dia o que comemos mesmo são as frutas, por isso estas delícias esporádicas são esperadas com entusiasmo!

    Um beijão pra você, Anne, e também Susana, Cibele, Ravi, Marcela e Lu.

  6. Que bom que adorou o Rio… Espero que no próximo encontro eu possa estar presente. Vi que foi no Tempeh também. Que legal! Espero que tenha tido a oportunidade de fazer o roteiro cultural. Abraços, Daniela.

  7. Bom dia encontrei o seu blog por acaso, embora não seja vegana, nem vegetariana, gostei muito do que li. Aliás achei todo o blog muito interessante.

    Continuação de bom trabalho. Já agora cheguei aqui ao blog a pesquisar sobre a chia a minha última descoberta 🙂

Deixe uma resposta