Passas cobertas de chocolate

Muito obrigada por todos os comentários que vocês deixaram no post sobre o meu trabalho no campo de refugiados de Aida. Gostaria de retribuir tanta gentileza, então pensei em fazer um agrado aos meus leitores. Um agrado coberto com chocolate.

Essa receita acabou de entrar na minha vida, mas tenho certeza que ela veio pra ficar. Em algumas lojas daqui é possível encontrar passas cobertas com chocolate (grãos de café torrado também), mas nunca dei atenção, pois o chocolate da cobertura é ao leite. Porém eu sei que passas com chocolate é uma combinação muito boa. Sempre que viajo preparo um saquinho com passas, amêndoas e avelãs e uns quadradinhos de chocolate amargo pra comer no caminho. A mistura, além de deliciosa, sacia minha vontade de comer uma coisinha doce, mas nutritiva, capaz de distrair meu estômago até a próxima refeição. Uma receita de passas cobertas com chocolate vista na internet semana passada era o que faltava pra me dar vontade de misturar os ingredientes do meu lanchinho de aeroporto e fazer uma versão melhorada das passas chocolatadas vendidas aqui. E agora não posso mais viver sem elas.

Como tenho uma tolerância reduzida pra doce, usei um chocolate extra potente com 85% de cacau. De tão forte e amargo, nem eu consigo comê-lo puro, mas misturado à doçura extrema das passas o equilíbrio foi perfeito. Resolvi incrementar um pouco as coisas juntando mais dois ingredientes que adoro com chocolate: gergelim e sal. Pode parecer estranho, mas é uma delícia. Porém só tente a versão com sal se tiver um sal marinho em flocos (tipo Maldon). Um sal em pó vai se dissolver no chocolate e o resultado será chocolate salgado e não chocolate com uns pontinhos crocantes de sal aqui e acolá (parece confuso, mas juro que não é a mesma coisa).

Esses docinhos ficam prontos em minutos e são tão fáceis que qualquer um é capaz de prepará-los com as duas mãos amarradas nas costas e os olhos vendados. E se você usar um chocolate com alto teor em cacau, logo rico em antioxidantes e magnésio e pobre em açúcar, eles são até bem saudáveis.  Mas, como gosto muito de vocês, preciso avisar que deixar o saquinho com essas passas do seu lado é perigoso. Elas vão desaparecer tão rápido que você vai suspeitar que suas passas foram roubadas por algum guloso. Até se olhar no espelho, ver que sua cara está coberta de chocolate e descobrir que o guloso é você.

Passas cobertas com chocolate

Escolha o melhor chocolate que encontrar, com no mínimo 60% de cacau. Você só vai precisar de um pouquinho, então vale a pena investir em um chocolate de qualidade. Uma barra de chocolate Lindt 85% de cacau (o que usei) tem 100g e é suficiente pra cobrir duas xícaras e meia de passas.

40g de chocolate, de preferência com no mínimo 60% de cacau

1x de passas

Opcional: gergelim ligeiramente tostado, sal marinho em flocos (Maldon)

Pique o chocolate e derreta em banho-maria (use a menor panela que tiver). Despeje 3/4x de passas sobre o chocolate derretido, na panela que usou pra derretê-lo. Misture bem com uma colher pra envolver todas as passas com chocolate. Coloque as passas em uma folha de papel alumínio, ou papel manteiga, separando umas das outras. Se algumas permanecerem grudadas não tem problema. Despeje o resto das passas na panela e mexa bem. Isso vai “limpar” o chocolate que ficou colado na panela, diminuindo o desperdício. Disponha as passas sobre o papel alumínio, junto com as outras. Polvilhe com o gergelim e/ou o sal, se estiver usando (não os dois ao mesmo tempo). Deixe esfriar completamente. Descole as passas frias do papel, quebrando os grupos que permanecerem juntos (ou não). Guarde em um recipiente bem fechado em temperatura ambiente ou, se estiver muito quente na sua cidade, na geladeira. Rende 1x.