Tour político/ativista/gastronômico(vegano) na Palestina

Queridos leitores,

Tenho um anúncio e tanto pra fazer hoje! Estão preparados? Lá vai. Estou planejando uma visita à Palestina do 4 ao 18 de Novembro e vou aproveitar pra fazer algo que sempre sonhei: guiar um pequeno grupo de brasileiros numa viagem política/ativista/gastronômica(vegana). Os objetivos dessa viagem são: encontrar palestinos e conferir as iniciativas de resistência não-violenta à ocupação israelense, mostrar solidariedade ao povo palestino, descobrir as belezas naturais dessa terra (que pouca gente conhece), a cultura e a deliciosa culinária palestina, que é altamente vegan-friendly. E, ao decidir visitar a Palestina, também vamos apoiar a economia local que sofre imensamente por causa da ocupação. Essa viagem será extremamente enriquecedora, algo realmente inesquecível e que tenho certeza que terá um impacto profundo na vida dos viajantes.

2

IMG_2982 copie

IMG_2939 copie

IMG_3276

IMG_2999 copie

IMG_2985 copie

A duração da viagem é de 14 dias (10 dias de tour + 4 dias livres) e visitaremos Belém, Hebron, Ramala, Jericó e Jerusalém. A hospedagem será no campo de refugiados de Aida, na cidade de Belém (a poucos quilômetros de Jerusalém). Lembra do projeto que ajudei a criar nesse campo? Ficaremos hospedados na casa de uma das famílias do projeto, que além de alugar parte da sua residência, também oferece alimentação tradicional (e vegana!) aos hóspedes. A experiência será ainda mais rica, já que seremos ‘adotados’ por uma família palestina. E o invés de dar dinheiro pra um hotel, patrocinaremos um pequeno projeto de mulheres refugiadas. E apoiar a economia palestina, como expliquei, é um dos objetivos dessa viagem.

9abu shukri

12loja bassem

baklava

IMG_9290cópia

16french loaf

25

Quer saber o que vamos fazer durante a viagem? Aqui vão algumas das atividades que estou planejando: encontro com um Comitê de Resistência Popular, visita guiada de campos de refugiados, tour político de Jerusalém Oriental, piquenique no deserto, caminhada em um oásis no caminho de Jericó, excursões gastronômicas pra provar o melhor hummus do mundo e outras delícias típicas, aula de culinária tradicional (vegana) com as mulheres do projeto no campo de refugiados de Aida, visita da feira de Belém e muito mais. Estarei com o grupo o tempo todo e partilharei as informações que acumulei durante os cinco anos que morei na Palestina, responderei suas perguntas e tirarei qualquer dúvida político-gastronômica que você tiver. E ainda vou levar vocês pra descobrir meus lugares preferidos e as pessoas mais especiais que conheci por lá.

Os interessados devem entrar em contato comigo por email o mais rapidamente possível, pois o grupo terá somente 6 pessoas e alguns lugares já estão reservados. Pra reservar o seu lugar, esclarecer suas dúvidas (datas, preços etc.) e ver o programa completo escreva pra papacapimveg@gmail.com (coloquem no título do email ‘Viagem Palestina’).

deserto da judeia

Nos encontramos na sombra das oliveiras, degustando hummus e chá com menta.

41 comentários em “Tour político/ativista/gastronômico(vegano) na Palestina

  1. Sandra, como eu gostaria de poder fazer isto. Neste momento não posso, mas espero que vc faça mais vezes. Amei a ideia… e salivei pensando no hommus, meu prato favorito no mundo.

  2. Estou muito muito triste de estar no final do período letivo nessa época. Juro que é a única coisa que me bloqueou neste momento. Se houver uma segunda expedição quero saber com antecedência, porque estou BA BAN DO. =~

  3. Sandra, que ideia mais fantástica. Que seja a primeira de inúmeras viagens como essa – político/ativista/vegana – para que eu tenha outras oportunidades de participar.
    Toda sorte do mundo para você e os privilegiados que irão te acompanhar.
    Parabéns!

  4. OI, Sandra, boa noite.
    Parabéns pela ideia da viagem. Gostei muito do programa.
    Penso que essa será a primeira de uma série de viagens para Palestina, desse jeito, tendo você à frente.
    Numa das próximas, irei.
    Leoni

  5. Voltei de ferias hoje! Se soubesse antes daria um jeito ( parcelar passagem em 80 meses !). Tem ideia de programar alguma no próximo ano ?

  6. Maravilha! Gostaria de fazer parte do grupo. Mas torço para que tudo corra bem , para que a viagem transcorra em Paz e Alegria e que seja muito proveitosa. Nossos irmãos palestinos precisam de apoio.
    Parabéns pela iniciativa! Angela

  7. Sandra, acompanho o seu blog há muito tempo, tanto pelas suas receitas quanto pelo seu jeito de ser e de partilhar seus valores, mas acho que nunca comentei nada… Também estou na torcida que você faça esse tour mais vezes, pois ADOREI a proposta. Adorei mesmo, tenho uma vontade muito grande de conhecer esses lados do mundo e desse jeito então, na casa das pessoas, envolvendo-se na realidade, aprendendo comidinhas veganas… isso sim é viagem de sonho! Embarcaria num avião sem pestanejar se tivesse com grana e tempo nesse momento. Faz de novo, por favorlet ???

  8. Que MARAVILHA!!! Quero muito ir, mas agora não posso por alguns motivos que me impedem de realizar esse sonho, mas tenho certeza que será tão sensacional que você programará outras e outras viagens dessas e aí sim, finalmente eu irei cantando e dançando. Boa Sorte!!

  9. Oi, Sandra! Acompanho seu blog assiduamente há anos mas é a minha primeira vez comentando. Acho sua história inspiradora, o blog extremamente informativo e todas as receitas que provei até agora deliciosas. Infelizmente, a motivação não é relacionada ao tour (por mais que eu quisesse muito que fosse… um dia ainda farei um similar). Eu sou estudante universitária morando na Alemanha. Só recentemente decidi me tornar ovo-lacto-vegetariana e começar a agir de acordo com os meus princípios éticos a respeito dos direitos dos animais e da preservação e sustentabilidade dos nossos recursos naturais . Ainda tenho intenção de me tornar vegana, mas fiquei receosa de mudar a minha alimentação muito drasticamente.

    O que eu queria lhe perguntar é se você tem dicas direcionadas a pessoas na minha situação: pouco dinheiro, pouca cozinha e pouco tempo. Divido uma cozinha com outras catorze(!) pessoas, de forma que é difícil ocupar as bancadas por horas seguidas, então receitas para refeições rápidas, baratas e que não rendam um absurdo de comida seriam ótimas! Também estou tendo um pouco de dificuldade em consumir alimentos vegetais ricos em proteína: como/cozinho com feijão e grão-de-bico enlatados (não tenho panela de pressão), lentilhas e acabei de fazer minha primeira receita com tofu. Mas para lanches, café da manhã e refeições rápidas sempre me sinto um pouco presa, de forma que tendo a me voltar pros ovos ou iogurte.

    Parabéns pelo seu blog e muito obrigada por ter me incentivado na minha busca atual. Espero que a parede de texto não seja muito inconveniente!

    1. Oi, Gabriela. Várias pessoas, principalmentes estudantes, me escreveram pedindo o mesmo tipo de ajuda. Então acho que está na hora de escrever um post sobre o assunto. Com certeza vai ser útil pra muita gente. Então fique no aguardo. Abraços.

  10. Sandra, infelizmente não tenho como participar deste teu muito, muito lindo projeto. Queria te escrever, depois de vários anos sem fazê-lo, mas sempre lendo o que escreves e sempre te indicando a amigos, conhecidos e pacientes (na maioria, onívoros, mas na tentativa de que descubram uma alimentação muito saudável e saborosa ao alcance da praticidade). Meu filhinho já está com quase 6 e segue comendo maravilhosamente (lembra, vc me sugeriu fazer uns pratos pra crianças e meu filho experimentar, mas te disse que ele não seria parâmetro

  11. oi, sandra,

    te acompanho há muito tempo, mas atualmente não tenho internet em casa e estou há uns meses sem visitar o blog. hoje vim tirar o atraso e também pedir uma dica. tenho uma filha de 7 meses que está começando a comer agora. meu companheiro é ovo-lacto-vegetariano e eu como ovo, mas deixei de consumir laticínios há pouco tempo. minha intenção é, ao menos até a pequena ter idade pra fazer suas escolhas, não oferecer nem carnes nem leite (acho q vou dar ovo, pois não tenho vontade de dar suplemento de b12). só que o pediatra dela é bem contra isso… ele diz que precisarei dar carne 1x por semana, “como remédio”. eu sei que não preciso, mas, como ele é bem bacana e aberto, queria levar pra ele algum material, estudos, enfim, que embasasse a minha escolha, pra dividir com ele e mostrar que dá pra ser uma criança vegetariana saudável.
    você sabe onde posso encontrar artigos e afins sobre isso?
    (desculpe se o pedido for muito deslocado ou folgado, mas vc é uma das referências veganas mais legais que conheço, hehe)

    sobre este último post: fiquer morreeeeendo de vontade! amo viajar, amo comer e leio ha algum tempo sobre a luta palestina. ah, se eu estivesse noutro momento -, sem minha bebê – seria presença garantida!
    espero que haja outras edições do tour.

    beijos.

    1. Oi, Raquel. Também espero fazer mais tours como esse no futuro.

      Quanto ao seu pedido, a minha referência em matéria de nutrição vegana (e vegetariana) é o Dr Eric Slywitch. Ele escreveu vários artigos sobre crianças vegetarianas, que você pode encontrar no site dele: http://www.alimentacaosemcarne.com.br/

      Também recomendo muito o livro “Alimentação sem carne”, também dele.

      Espero ter ajudado e boa sorte com tudo.

    1. My dear friend, I’m beyond happy to come back to the Holy Land and to spend time with you, laugh and talk about food, as we always do. I can’t wait to be there.

  12. Sandra.. Acompanho seu blog há tempos e, com isso, viajo também – mesmo que seja através de suas matérias e receitas. Conhecer a Palestina e esse povo tão maravilhoso é uma meta antiga. Quem sabe, no próximo ano!! Comentei agora com minha filha, Gabriela Lavorini (sua fã nro 1): “no dia que eu botar os pés (ou as minhas cinzas) nessa terra, vou me desfazer de tanto chorar”. Mas acredito que ainda consiga ir.. e se for em sua companhia, melhor!!! Bjs

  13. Sandra,
    quero muito conhecer a Palestina com você. Infelizmente eu vi esse anúncio tarde e já sei que o grupo está fechado. Além disso, eu não teria como fazer uma viagem internacional sem me planejar com mais antecedência. Na próxima eu quero ir!
    Beijos

  14. Sandra, só tinha passado muito voandim pelo seu blog, mas minha amiga e ex-socia do Café Corbucci Marina acabou de me apontar este post e estou passando aqui só rpa dizer que acabo de me apaixonar por você : ) Que idéia mais do bem! Linda viagem!

    1. Sério??? Será um prazer imenso viajar com vocês! Claro que aviso. E eu chego já em Natal (no final de dezembro). Temos que fazer outro jantar daquele 🙂

  15. Rosemeire Garcia
    Gostaria muito de ter mais informações sobre a viagem para a Palestina em 2015
    Eu sou encantada pela culinária , cultura e costumes desse povo

Deixe uma resposta