Contando os dias

Desde que contei que estava indo embora daqui várias pessoas escreveram (nos comentários, via email e na página Facebook do blog) perguntado pra onde eu estava me mudando. Como parece que o interesse de vocês é grande (não estou reclamando, juro! Fico é tocada em saber que tanta gente se interessa pela minha pessoa) achei que deveria esclarecer essa questão com um post.

Eu sei pra onde quero me mudar, mas como preciso de mais de um visto pra ir pra lá e o processo é mais difícil do que imaginei, decidi não contar nada até o momento em que eu colocar os pés no meu novo lar. Não me levem a mal, queridos leitores, não é nada pessoal. Eu sempre fui assim: se não tenho certeza de algo, acho melhor guardar segredo até a coisa se confirmar. E como essa nova etapa da minha vida só começará em setembro, vocês terão que esperar um pouco. Mas garanto que assim que soltar as malas na minha futura casa correrei pro computador pra contar tudo pra vocês.

varanda sitiomeu prato preferido

E daqui pra lá muitas coisas vão acontecer. Deixo Belém (Palestina) no final de junho e passarei dois meses inteirinhos no Brasil, matando a saudade da família, comendo todo o estoque de macaxeira do estado e bebendo toda a água de coco que couber no meu estômago. E, como não podia deixar de ser, participando de alguns eventos bacanas em Natal e, se tudo der certo, em Recife. Quem estiver por essas cidades entre os meses de julho e agosto vai poder me ver falando sobre a Palestina e veganismo. Espero sinceramente poder conhecer alguns de vocês durante as férias.

Agora que a situação foi esclarecida e algumas notícias foram dadas, vou voltar pra minha atividade dominical preferida: sentir saudade da minha família. Estou contando os dias pra chegar em casa e passar as tardes dentro de uma rede, comer o feijão e a tapioca da minha mama, encher o prato de macaxeira, maxixe e jerimum de leite, passear com os meus sobrinhos, conversar com os meus irmãos e passar os dias entre beijos, abraços, gargalhadas e uma ou outra lágrima (como diz minha irmã Edna, acontece nas melhores famílias de Londres). E, mais do que qualquer outra coisa, matar a saudade dos meus irmãos caçulas, que são tão essenciais pra mim quanto o ar que eu respiro e sem os quais minha vida perderia as cores.

 irmaosirmaos3

26 comentários em “Contando os dias

  1. Boa sorte Sandra, Que seus sonhos mais nobres e justos se realizem!!…..bem que eu gostaria de estar em Natal…..No ano passado “nos desencontramos”, eu estava na Rio + 20 e saí do Rio no sábado, quando você chegou…. Um beijo

  2. Conheci seu blog há pouco tempo, cheguei aqui nem sei como. Curti de montão, fiz algumas receitas e adorei tantas dicas (agora mesmo estou quase indo pra cozinha, entre um estudo e outro, terminar a receita do leite de amêndoas)… obrigada e que você se realize no seu caminho, que parece rico e feliz. Um grande beijo.

  3. Não deixe de nos avisar sobre os locais e horários de suas palestras em Natal. Quem sabe em agosto…
    Muito sucesso e sorte na realização de seus sonhos.

  4. Oi Sandra!

    Eu concordo com vc quanto ao fato de aguardar algo se confirmar antes de contar. Parece que se a gente conta, a expectativa fica maior e a gente fica meio que em “dívida” para que dê certo, mesmo que algumas coisas fujam de nosso controle.

    Eu queria MUUUITO assistir a uma palestra sua, mas estou em SP, então ja me preparo em saber que não vai acontecer. Mas tenho certeza que quem for, tirará ótimo proveito.

    Desejo uma ótima sorte, que seus planos dêem certo e logo vc esteja em sua casa nova!

    Um abraço!

  5. Pra qualquer lugar que você vá, o sucesso vai junto com você, tenha certeza! E férias na casa da mamãe é tudo que a gente precisa pra recomeçar com força total, né?

  6. Muito obrigada a todos vocês pelos comentários e pelos votos de sucesso/felicidade/boa sorte… Senti a energia positiva de vocês aqui e podem ter certeza que isso conta muito pra mim nesse momento delicado da minha vida. Abraços pra todos.

  7. que sonho de cozinha! aconchegante tanto quanto sua casa de pedra. desejo que sua próxima morada seja mais aprazível ainda (e que você compartilhe isso com a gente!). abraço.

  8. Que lindo!!! Tenho certeza que tudo dará certo na sua nova jornada. Você é uma menina iluminada e tudo que fará será sempre bem sucedido! Ame saber que sou tão importante quanto o ar que vc respira 🙂 Acabei de ler o post, aqui na sala, em voz alta, para Lila, Paulinho, Edna e minha mãe. Ai, minha mãe perguntou: “os caçulas? quem?” Lila, muito fina falou: “Eu e Edna mãe…quem mais poderia ser!” rsrssr
    O post já está dando o que falar!!!

    1. Minha (nossa) mãe está cada vez mais engraçada… Espero que o post não tenha causado muita confusão com os outros irmãos:(

  9. E ae Sandra, tudo bem? Recife e Natal se tiver mais palestras como aquela da IFRN eu vou. Infelizmente ano passado não pude ir. Mas esse ano farei de tudo se o blog já é enriquecedor imagina uma palestra. Sucesso :*

    1. Pode deixar que avisarei aqui quando tiver as datas e os locais das palestras. Mas acho que esse ano não terá palestra na UFRN.

Deixe uma resposta