Meu passado negro

Sopa de Cebola

Todos nós fizemos coisas no passado que preferíamos esquecer. Eu, por exemplo, tenho um passado culinário negro. Lá pelos onze anos comecei a criar receitas e anotá-las em um caderninho. Se esse caderninho ainda existisse eu iria queimá-lo, tamanha a vergonha que ele me causaria. Minhas receitas tinham ovo, salsicha ou mortadela (ou os três juntos), muita margarina, um pouco de cebola e tomate e eram “temperadas” com maionese, ketchup ou mostarda (ou os três juntos). E todas essas receitas iam parar invariavelmente dentro de um pão. Eu comia aquilo achando que tinha inventado uma obra prima da gastronomia. Continuar lendo “Meu passado negro”