Bolo de chocolate intenso

Eu ia falar sobre os eventos das últimas semanas, que me mantiveram afastadas desse blog… Mas aí pensei que seria melhor oferecer um bolo de chocolate. Eu sou aquela amiga que, quando passa um tempo ausente, prepara um bolo pra se desculpar. E como faz umas semanas que quero compartilhar essa receita com vocês, ó, toma um bolinho aqui:)

A origem desse bolo precisa ser explicada. Nigella Lawson, uma autora de livros de culinária inglesa, é famosa por usar quilos de manteiga e litros de creme de leite nas suas receitas, além de pedaços de animais em quase tudo que faz. Está a muitas léguas de ser uma pessoa antiespecista. Mas ela tem algumas (pouquíssimas) receitas vegetais e o “dark and sumptuous chocolate cake” é uma delas. Um dia vou contar por que adoro Nigella, apesar da sua obsessão em cozinhar animais, mas é história pra outro dia.

Usei a receita dela como base, mas alterei algumas coisas e o resultado superou minhas expectativas. Não que as minhas expectativas em matéria de bolo sejam altas (bolo não é a minha praia), mas todas as pessoas que comeram o meu bolo (crianças e pessoas adultas, quase nenhuma vegana) aprovaram. LEvei esse bolo pra uma das oficinas de educação popular pra crianças, que nosso coletivo organiza aos sábados, e a briga pelas últimas migalhas foi grande. 

Bolo de chocolate intenso

Esse é um bolo de chocolate simplérrimo de fazer e que fica pronto em minutos, mas que impressiona as papilas. Usei uma receita de Nigella Lawson como base e fiz algumas modificações pra ficar do jeito que eu queria.

1 ½ xíc. de farinha de trigo

3/4 xíc. de cacau em pó (100%)

1 col. de chá de fermento

Pitada de sal

1 ½ xícara de açúcar (branco, demerara ou de coco)

1 ½ xícara de café quente 

6 col. de sopa de óleo (de coco ou outro)

1 ½ xíc. de chocolate picado (entre 50% e 70% de cacau, dependendo do seu gosto)

Pre-aqueça o forno a 180 graus. Unte (com óleo) e enfarinhe uma forma de bolo média (ou use cacau em pó no lugar da farinha) e reserve.

Misture os 4 primeiros ingredientes. Eu gosto de peneirar a farinha e o cacau, porque sempre rola uns grumos indesejados, mas é uma etapa opcional. 

Em outro recipiente misture o café quente com o açúcar e o óleo. Mexa bem pra dissolver o açúcar (e o óleo, se estiver usando óleo de coco). Despeje essa mistura sobre os ingredientes secos (farinha + cacau + fermento + sal) e, com um batedor de arame, vá mexendo até tudo ficar homogêneo. Acrescente metade do chocolate picado, dê uma última misturada (como a massa vai estar morna, é normal o chocolate começar a derreter e se misturar com a massa) e transfira a massa pra forma untada/enfarinhada.

Asse até passar o teste do palito (insira um palito ou uma faca no centro do bolo: ela deve sair limpa). Aqui em casa leva uns 20 minutos, mas tudo vai depender do tamanho da sua forma (quanto maior, mais baixo será o bolo, logo vai assar um pouco mais rápido) e, principalmente, do seu forno. 

Quando o bolo estiver assado, retire do forno e espalhe a outra metade de chocolate picado por cima. O calor do bolo vai derreter o chocolate. Use as costas de uma colher pra espalhar o chocolate derretido de maneira uniforme e espere esfriar antes de degustar. Depois de frio o chocolate vai ficar quase firme novamente e formar uma casquinha sobre o bolo. Alguns pedaços do chocolate dentro do bolo, que não se misturaram com a massa, endurecem e aqui e acolá você acha um “chip” na sua fatia de bolo. É uma delícia o contraste de textura do chocolate com o bolo fofinho. 

12 comentários em “Bolo de chocolate intenso

  1. Oi Sandra,
    Tudo bem?

    Eu sei que vc já falou da importância do açúcar nas receitas de bolo, mas será que posso reduzir essa quantidade pra uma xícara ou 3/4?

  2. domingo passado eu fiz esse bolo e fez tanto sucesso que voltei pra fazer de novo! é muito bão mesmo. essa semana foi só receitas papacapim – tofu com beringela, creme de milho e cebola, sopa de cebola pra aguentar o frio outonal da holanda. tudo muito bom! obrigada por compartilhar <3

  3. Oi Sandra. Seguia você no IG (pq com bebê e sem rede de apoio, não consigo ler mais de 3 parágrafos sem interrupção ) e sinto muito sua falta por lá. Sou mãe de um menino de 2 anos, moro na Alemanha e não sou vegetariana (e não sei se um dia serei), isso pra dizer que acho que não faço parte do seu público alvo, mas te acho a pessoa mais sensata e honesta da internet. Que realmente vive o que prega. Cada dia mais me vejo pensando em temas que vc aborda e em como passar isso pra meu filho (até livros infantis sobre fazendinhas
    têm me incomodado demais!).
    Enfim, cheguei pelo bolo (a famosa receita do bolo de laranja), mas fui ficando por você!
    Ah, apesar de não ser vegetariana, fiz uma introdução alimentar „bastante vegetal“ com meu filho com receitas/instruções suas e do Juan Felix. E, com isso, tb eduquei um pouco mais meu paladar.
    Esse texto todo só pra te agradecer pelo conteúdo e pelo seu trabalho pra tornar o mundo um lugar melhor e mais justo!

    1. Muito obrigada, Karol :’) Que honra ter feito parte, junto com meu compa Juan, da alimentação do seu bebê. E sinto muito por você não ter rede de apoio aí. Apesar dos textos aqui serem mais longos que lá no IG, espero te ver mais vezes. Abraços

Deixe uma resposta