Upma com aveia

Provavelmente a descoberta culinária mais excitante que fiz esse ano foi: aveia salgada é uma delícia. Não é engraçado como alguns cereais parecem destinados a ser salgados, enquanto outros só são consumidos em receitas doces? Aveia é uma das minhas comidas preferidas e, olha como tenho sorte, acontece de ser um dos alimentos mais saudáveis que existe. Por esses dois motivos tento comer aveia regularmente. Cansada de transformar minha aveia em papa, comecei a colocá-la em bolinhos doces e salgados, no pão… Mas eu sabia que ainda não tinha explorado todo o seu potencial. Então lembrei de uma receita indiana que foi meu café da manhã durante as semanas que passei por lá.

No sul da Índia tem um prato muito popular chamado “upma”. Ele é feito tradicionalmente com semolina, legumes e especiarias e o resultado final parece com uma papa salgada. Também comi upmas feitos com arroz triturado e com pão, o que me levou a seguinte conclusão: se pode trigo e arroz, então aveia também pode. Fiquei com essa ideia na cabeça durante meses e até anotei no meu caderninho de receitas em fase de desenvolvimento “fazer upma com aveia”. Mas se no papel a ideia parecia boa, quando eu olhava meus flocos de aveia e pensava nas especiarias utilizadas no upma minha coragem ia embora e eu começava a pensar no monstro que criaria se levasse a receita adiante. Um dia eu precisei de um almoço que ficasse pronto em quinze minutos e, como minha coragem estava ligeiramente acima do normal naquele dia, meu upma de aveia se concretizou. Uma pena eu não ter me arriscado antes.

Eu não queria fazer uma papa salgada, como na receita original, e sim uma mistura saborosa de aveia e legumes. É difícil descrever o resultado, pois não parece com nada do que já comi antes e as especiarias dão aquele gostinho característico de comida indiana, que ou você adora ou detesta. Minha descrição não deve ter empolgado muita gente, parece que não tenho muito talento pra vender minhas receitas, mas felizmente tenho um pouco mais de talento pra fotografar, então as fotos estão aí pra ajudar vocês a imaginar a delícia que ficou o meu upma.

De maneira nenhuma diria que minha receita é autêntica, o que fiz foi resgatar os sabores que ficaram gravados na minha memória e adaptá-los ao meu gosto e aos legumes que tinha na geladeira. Outra diferença é que gosto de comer esse prato no almoço e não no café da manhã, como os indianos fazem. Mas, original ou não, aqui em casa adoramos o resultado e estou felicíssima por ter achado mais uma maneira de comer aveia.

Quase Upma

A lista de ingredientes é longa por causa das especiarias, mas o prato é facílimo de preparar e fica pronto em menos de 15 minutos. O tempero é suave, comparado com a maneira que os indianos temperam a comida por lá, mas pode parecer forte pra quem nunca comeu comida indiana. Mesmo se for o seu caso, eu aconselho você a experimentar a receita (talvez suprimindo a mostarda e usando cominho em pó no lugar do cominho em sementes), pois nada mais agradável do que descobrir novos sabores e expandir os horizontes gastronômicos. No dia da foto estava sem castanhas, mas não deixe de usá-las, pois o prato fica ainda mais especial e nutritivo.

1x de aveia em flocos grossos*

3/4x de água quente

1 cebola picada

2 dentes de alho picados/amassados

1x de brócolis em pedaços pequenos

2x de couve flor em pedaços pequenos

1 cenoura ralada

1x de repolho picado (roxo ou branco)

1cc de gengibre fresco ralado

1cc de sementes de cominho inteiras

1/3cc de sementes de mostarda inteiras (a preta é tradicional, mas a amarela é mais suave)

1cc de semente de coentro em pó

1/3cc de cúrcuma (açafrão da terra)

1/2cc de curry em pó (opcional)

2cs de óleo

Um punhado de coentro picado

Um punhado de castanha de caju torrada, picada grosseiramente

Sal e suco de limão a gosto

Misture a aveia com a água quente e deixe hidratar alguns minutos. Enquanto isso prepare os legumes. Aqueça o óleo em uma panela média e frite as sementes de cominho e mostarda durante alguns segundos, até começar a estourar. Junte a cebola e frite mais um minuto. Junte o alho e o gengibre e cozinhe mais 30 segundos. Acrescente o coentro em pó, cúrcuma e curry, se estiver usando. Misture bem e despeje todos os legumes na panela. Refogue durante 2 minutos, baixe o fogo e deixe cozinhar tampado, mexendo de vez em quando, até os legumes amolecerem um pouco. Não precisa juntar água. Quando os legumes estiverem macios, mas ainda ligeiramente crocantes, junte a aveia hidratada (não precisa escorrer). Misture bem e deixe cozinhar tampado mais 3-4 minutos, mexendo de vez em quando, até a aveia amolecer um pouco mais e todo o líquido evaporar. Tempere com sal e suco de limão a gosto. Desligue o fogo, misture o coentro fresco e a castanha de caju e sirva. Rende duas porções como prato principal.

*Nem toda aveia em flocos grossos é do mesmo tamanho. Os flocos da aveia comprada em lojas de produtos naturais (como a da marca Jasmine, vendida em sacos de 500g) são maiores do que os da aveia em caixinha. Eu prefiro a primeira, pois a textura fica mais interessante.