A sobremesa que mudou a minha vida

creme voluptuoso de chocolate e laranja

Ano passado criei uma receita que mudou a minha vida pra sempre. Como ela tem um ingrediente inusitado, gostaria de poder servi-la pra vocês primeiro e só depois dizer o que tem dentro (é assim que faço quando sirvo essa receita pra convidados aqui em casa). Mas vocês podem admirar as fotos. Parece cremoso, voluptuoso e delicioso, não é?  Podem ter certeza que esse creme é tudo isso e muito mais!

O segredo dessa maravilha? Abacate! Eu tinha visto essa fruta em algumas receitas de sobremesas cruas antes, mas confesso que pensei que o resultado não seria nada de espetacular e por isso levei alguns anos pra testar em casa. Como eu estava enganada! A ideia de usar abacate como base de um creme doce é simplesmente brilhante! Ele substitui o creme de leite, a manteiga e o ovo aqui, dando cremosidade, corpo e textura pra esse tipo de receita. Além, claro, de vir com muitas vantagens nutricionais.

Mas e o gosto? Se você também está pensando que uma sobremesa à base de abacate deve ser estranha, preste muita atenção no que vou dizer agora. Abacate tem um sabor relativamente neutro e se combinado com ingredientes de sabor marcante, como cacau, laranja e baunilha, ele fica discreto ao ponto de se tornar imperceptível. O resultado final é absolutamente delicioso e tem zero (ZERO!) gosto de abacate. Eu já servi essa receita dezenas de vezes, pra amigos veganos e onívoros (acostumados a comer sobremesas tradicionais cheias de laticínios e açúcar), e todos, absolutamente todos, adoraram e quase caíram da cadeira quando eu disse que tinha abacate. Se você não contar que tem abacate, ninguém nunca vai adivinhar. E a textura? Extremamente cremosa e densa. Na verdade eu descreveria a textura dessa sobremesa como o cruzamento de um brigadeiro com um mousse de chocolate. Só que muito, muito mais gostoso.

creme voluptuoso de chocolate e laranja1

Eu parti da receita básica que encontrei em algum site que desapareceu da minha memória (abacate+cacau+xarope de agave) e fui adaptando, adicionando ingredientes, retirando outros, até ficar do jeitinho que eu queria. Uma das minhas combinações preferidas é chocolate com laranja e embora eu já tenha testado versões desse creme com café ou só com cacau e baunilha, a versão com laranja continua sendo a minha preferida. Eu acho que as raspas de laranja são as responsáveis pela mágica do desaparecimento total do gosto de abacate, por isso não aconselho fazer sem. Caso você não goste de chocolate com laranja espere um pouco que estou aprimorando a versão com café (talvez outras ideias apareçam pelo caminho).

Eu poderia continuar a campanha “eleja esse creme como a sobremesa do ano” dizendo que ele é rico em fibra e proteína (se você fizer 8 porções pequenas, como indico na receita, cada uma terá pelo menos 4,2g de fibras e 1,8g de proteína, o que pra mim compensa e muito a quantidade de açúcar das tâmaras), além de ter somente gorduras boas (aquelas que protegem o coração e deixam a pele linda) e zero colesterol. Mas, sinceramente, sobremesa será sempre sobremesa pra mim (por mais ‘saudável’ que seja) e eu como esse creme por um único motivo: porque é loucamente gostoso!

Eu elegi essa receita a sobremesa do ano de 2012 e com certeza ela faz parte do meu top 5 das melhores sobremesas de todos os tempos (veganas ou não, saudáveis ou não). Se mesmo depois de ter lido esse post você ainda pensar que uma sobremesa totalmente vegetal (sem creme, leite, manteiga nem ovos), sem açúcar e à base de abacate deve ser o extremo oposto, em matéria de sabor, das sobremesas tradicionais (feitas com laticínios e açúcar) que fazem os clientes salivarem nos restaurantes e casa de doces, então aqui vai mais um argumento.

A maioria das sobremesas saudáveis têm gosto de… saudáveis, não é? Juro que essa receita não faz parte dessa categoria. Quando você colocar esse creme-delícia na boca e sentir a gostosura escorregando garganta abaixo você só vai conseguir pensar em uma coisa: “Como conseguiu viver tanto tempo sem ele?”. Depois pode me enviar flores que eu aceito.

creme voluptuoso de chocolate e laranja2

Creme voluptuoso de chocolate e laranja (vegano, sem açúcar)

Três fatores determinam o sucesso dessa receita: a qualidade do abacate, do cacau e das tâmaras. O cacau deve ser excelente (puro, intenso e saboroso, o que é difícil de encontrar no Brasil), o abacate deve estar maduro no ponto (nem meio verde nem maduro demais) e as tâmaras devem ser extra macias (do tipo medjool, que se desfazem quando espremidas entre os dedos). Se suas tâmaras estiverem meio ressecadas deixe-as de molho em água quente (só o suficiente pra cobri-las) por pelo menos meia hora antes de fazer a receita. Em seguida use essa água na receita (substituindo o leite de amêndoas). Outro detalhe importante: assim que fica pronto o creme conserva uns resquícios do sabor do abacate, por isso é essencial deixa-lo descansar na geladeira por 12 horas antes de servir. Depois do repouso no frio, o abacate desaparece completamente e só fica o chocolate com notas de laranja. E lembre de só dizer que essa receita é à base de abacate depois que os seus convidados terminarem a degustação (as pessoas percebem os gostos de acordo com as expectativas que têm e se elas acharem que a sobremesa é ruim –antes mesmo de provar- as chances dela ser ruim são grandes). Depois é só rir da cara de espanto que eles vão fazer.

1x de abacate maduro (amasse ligeiramente e compacte um pouco na hora de medir)

8 tâmaras grandes, ou a gosto (veja conselhos acima)

Suco de 1 laranja grande (aproximadamente 1/2x)

1 1/2cc de raspas de laranja

2-3cs de cacau em pó (sem açúcar), de ótima qualidade (a quantidade vai depender da intensidade do seu cacau)

1cc de extrato natural de baunilha (ou as sementes de 1/2 favo)

1cs (rasa) de tahina (opcional, mas recomendado)

Uma pitada de sal

1/2x de leite de amêndoas (ou água ou suco de laranja)

-Triture todos os ingredientes no liquidificador até ficar cremoso e homogêneo. Você vai precisar parar o motor algumas vezes e mexer com uma colher pra facilitar o trabalho. Seja paciente e triture até não sobrar nenhum pedacinho de tâmara inteiro. Se sentir que o creme está muito espesso, junte mais um pouquinho de líquido (leite de amêndoas, suco de laranja ou água), mas cuidado pra não deixar a mistura muito líquida (mas saiba que ela vai engrossar um pouco depois de gelada).

-Prove e adicione mais tâmaras se achar necessário (com 8 tâmaras você obtém um creme meio-amargo, o equivalente a um bom chocolate com 60% de cacau). Nesse estágio talvez você ainda sinta um gostinho de abacate lá por trás, mas confie em mim: depois de uma noite na geladeira ele vai desaparecer completamente.

-Transfira o creme pros recipientes em que planejar servir (copinhos, xícaras ou taças), lembrando de fazer porções pequenas (essa sobremesa é intensa e rica e você não vai precisar de muito pra ficar satisfeito(a)). Cubra as porções com um pedaço de papel alumínio ou filme plástico e deixe descansar uma noite (12 horas) na geladeira antes de servir. Rende 8 porções se você usar copinhos do tamanho dos meus (com capacidade pra 100ml).

*Na hora de calcular a quantidade de proteína e fibra dessa receita só levei em consideração a informação nutricional do cacau, abacate, tâmara e tahina, logo esses valores são ligeiramente superiores quando contabilizamos os outros ingredientes. A receita inteira tem 33,8g de fibras (14,8g do cacau, 15g do abacate, 13g das tâmaras e 1g da tahina) e 14,5g de proteína (2,5g do cacau, 5g do abacate, 4g das tâmaras e 3g da tahina).

174 comentários em “A sobremesa que mudou a minha vida

  1. Mesmo que tivesse gosto de abacate, Sandra. Tem nada que eu ame mais, haha. Vai ser mais difícil encontrar os outros ingredientes, mas a receita vai pra lista, com toda certeza 🙂
    Beijo

  2. É uma receita dos deuses hein Sandra? Só de ler os ingredientes deu água na boca.
    Vou tentar fazer. Obrigada por compartilhar.

    1. Tenho certeza que dá certo, mas o sabor será menos espetacular. As tâmaras tê um sabor que lembra caramelo e se casa maravilhosamente bem com chocolate. Já passas, além de não ter esse gostinho de caramelo, têm uma pontinha de acidez.

  3. Olá Sandra, esses dias andei pensando mesmo nesse tal creme de abacate, pq ainda não havia visto ele por aqui, além da guacamole, mas em doces. Sei que não gosta de doces, mas sempre usei o abacate em creme de frutas no meu café da manhã por meses, até achar o seu creme de banana caramelizada e me nutri dele até a pouco antes de desandar de vez. Mas voltando ao creme de abacates, vc já pensou em adicionar frutas vermelhas congeladas e adoçar com a banana, fica lindo e delicioso. Aprendi com minha tia algumas variações que usa este creme como sobremesa diária em seu restaurante da ecogastronomia em seus pratos. Saí dessa tutora amada e especial e me amparei na net caindo no seu blog que muito tem me alimentado.

    Fazia tempo que queria te dizer o quanto a admiro, seu trabalho, suas receitas, seu empenho, seu coração. Parabéns e saiba que suas palavras, conceitos, atitudes, me inspiram e certamente faz a diferença na vida de muitos que como qualquer um anseiam por LUZ!!!

    1. Lê, já fiz esse creme com banana, sim (chocolate e banana) e achei ótimo. Chocolate com banana é outra combinação que adoro. Mas nunca testei com a banana e frutas vermelhas. Pode ter certeza que essa receita entrou na minha lista. Obrigada pela dica.

  4. Uau !…a aparência é linda e me deixou com agua na boca. Amanhá mesmo vou comprar uns abacates (uns, pq a formiga aqui já se animou…rs).
    Obrigada por mais essa delicia !
    Bjs,
    Cris

  5. Hummmm, me deu vontade de fazer imediatamente!
    Adoro abacate, tanto nos pratos salgados como misturado com outras frutas, e essa receita parece mesmo sensacional.

    Lendo isso, me lembrei de uma outra sobremesa viva que acho que você vai gostar de testar: é abacate com mamão e tâmaras, tudo batido no liquidificador (como não leva líquido, tem que dar uma “socada” com algum legume-pilão, até ficar homogêneo). fica com cor e consistência de doce de leite, mas o gosto é ainda melhor 🙂

  6. Mulher, sincronia é pouco. Ganhei um saco de abacate do pomar do meu irmão e tava pensando em buscar receitas com ele quando vim ver as atualizações pelo reader.
    Vou atrás dos outros ingredientes amanhã mesmo.

  7. Bem, Sandra, que saudades que eu tenho destas sobremesas… Não sei porquê deixo as sobremesas frias no inverno, mas agora não me apetece comer mais nada senão isso!
    Este fim de semana vou fazer de certeza (ou talvez no próximo, depende dos abacates), mas tenho de fazer!
    Acho importante a dica de utilizar o abacate maduro. Eu faço um gelado de chocolate com abacate e banana, e lembro-me que me apetecia tanto fazer o gelado, que apressei as coisas, e fiz o gelado com um abacate que não estava no ponto. Resultado: um creme menos satisfatório e um sabor mais forte a abacate.
    Ah, e gostei muito do facto de teres utilizado tâmaras para adoçar!

    Beijinhos

    1. Hoje em dia tâmaras são meu adoçante natural preferido. Além de serem hiper doces (não precisa usar muito) são ricas em fibras e têm um sabor delicioso que lembra caramelo. Pra mim tâmaras são o caramelo da natureza:) Beijos

  8. Sandra querida, MUITO OBRIGADA. Não sou lá muito fã de abacate, mas só de ler a receita imagino que seja espetacular! Minha filha tem 6 anos e é a criatura mais difícil do mundo prá comer frutas, verduras e legumes, ela estava aqui do lado, viu a foto do doce e falou “nooooooossa, que delícia, faz prá mim?”. Perguntei o que ela achava que era e ela disse que é chocolate. Eu disse que é chocolate com laranja (mentirinha do bem, vai), e ela quer que eu faça amanhã, sem falta. Vou atrás dos ingredientes e vou fazer. Só de saber que ela vai consumir a gordura boa do abacate já estou nas nuvens…

      1. Sandra, vim te dar o feedback. SUCESSO!!! Ela ficou o dia inteiro me rodeando e perguntando se podia experimentar o “chocolate” que estava na geladeira. Depois do almoço servi uma colher de sopa, ela comeu tudo, disse que era maravilhoso, delícia, etc. Quando eu contei que a sobremesa era de abacate, ela e a Claudia, que trabalha aqui em casa, ficaram incrédulas, e mesmo assim minha filha queria repetir a todo custo!

        Claro que rolou o papo de que é sobremesa, não é prá encher a barriga e tudo mais, mas ela gostou tanto que já avisou que quando acabar quer que eu faça mais!

        Olha, minha filha é bastante difícil prá comer frutas, verduras e legumes, se ela comeu e adorou, du-vi-do que exista alguém que não vá amar!!! Obrigada, Sandra, vc está me ajudando a revolucionar a cozinha da minha casa!

      2. Ah, ela acabou de chegar em casa, a 1a coisa que fez foi pular em mim, me abraçar e dizer “mamãe, muito obrigada pela sobremesa que vc fez”. E ainda emendou “nem precisa me pedir prá comer fruta, que hoje na escola eu comi uma maçã”.

  9. aaamo abacate, nao achei nada estranha a receita. Mas só provei tahine em hommus e nao sei qual o gosto dela e se combinaria com doces, estou muito errada sandra? :S ah, se tem uma sobremesa que eu amo é bolo de cenoura, gostaria de te perguntar se voce tem alguma receita de bolo sem açucar ou que seja saudavel (de preferencia sem muito gosto de sobremesa saudavel rs), pra mim nao tem nada melhor do que um bolo com chá s2

    1. A quantidade de tahina é pequena e o sabor não aparece no produto final. Uso esse tiquinho de tahina na receita porque acho que ela deixa o creme ainda mais cremoso, mas você pode fazer sem. Aqui na Palestina é comum usar tahina misturada com mel de tâmaras ou de uvas (na verdade é um xarope natural feito com essas frutas) e comer com pão. Fica uma delícia!

  10. Touché Sandra! Eu simplesmente adoro abacates, seja de que maneira for e tenho um saquinho de tâmaras em casa à espera de serem utilizadas. Vou testar e depois conto! Beijinhos

  11. Sandra seu blog tem sido fundamental na minha busca de uma vida mais saudável e de forma tão tão mágica e perfeitinha. Eu estava aqui sofrendo de cólica e todos os outros intempéries menstruais, com o corpo pedindo que eu rompesse a promessa de diminuir o açúcar e atacasse qualquer coisa doce e você me aparece com essa receita quando magicamente eu tenho tudo em casa, inclusive o melhor amigo para fazer ela para mim. Diga se não é muita benção???

  12. Oi Sandra, tudo bem?
    Estou louca pra fazer esta rreceita e brincar com os amigos, principalmente meu marido que torce o nariz para produtos veganos e adora chocolate, rsrs…
    dúvida: essa tâmara é aquela q a gente compra seca (desidratada), tipo ameixa ?
    E o abacate, tem alguma qualidade especifica?

    Beijos e parabéns pelos posts, você sabe cativar as pesoas.

      1. Oi Sandra!
        Deixei para fazer a receita depois e acabei fazendo só hoje (mais de um ano depois…)
        Já adorei o que provei, segui a receita certinho, mas utilizei o chocolate em pó (50% cacau) e até a baunilha que nunca tinha visto comprei, rsrs
        O doce faz jus ao nome “intenso”, ótimo, delicado, marcante!
        Quero só ver como vai ficar amanhã… Já preparei potinhos pra levar ao serviço e pegar umas mocinhas de cobaia, vamos ver como será!
        Beijos e muito obrigada pelas dicas!!

        1. Foi um sucesso!!
          Das 5 pessoas do meu trabalho que provaram, só uma identificou o abacate e outra achou que devia ter mais açúcar… Mas tudo é uma questão de paladar, uma tem super apurado e a outra é a rainha do junk food, rsrs.
          Minha filha adorou (3 anos) meu marido também aprovou =)
          Ah, na minha versão coloquem xerem de castanha de cajú.
          Beijos!

          1. O que me deixa mais feliz aqui é saber que sua filha aprovou 🙂 Prova que na hora de escolher doces naturais pros pequenos, a resistência maior vem dos pais, que acham que eles não vão gostar antes mesmo de tentar.

  13. Quando eu era pequena adorava vitamina de abacate! Um dia um amiguinho me ensinou a colocar chocolate na minha vitamina… e adorei!!!! Sabedoria infantil!!

  14. Eu fiz! Eu fiz!
    Mas pus mais tâmaras e botei mais meia xícara de suco de laranja, para ficar mais doce.
    Ficou SENSACIONAL! Esperando meu marido chegar para experimentar – ele é chatinho para comer frutas. Quero ver resistir agora. 🙂

    Muito obrigada!!! 🙂

      1. Há! 🙂
        Pois bem. Rafael, o marido, chegou em casa, ofereci como jantar um pedaço da quiche de tofu (ele detesta tofu), receita aqui do blog. Ele comeu, disse que estava bom e ficou surpreso quando eu disse o que era. “Até tofu tem jeito de ficar bom!”, ele disse.

        Em seguida, servi a “mousse de chocolate com laranja”, com um moranguinho fatiado por cima, para ficar mais bem decorado. Ele olhou com desconfiança, mas já sbendo que eu só conto o que é depois.

        E comeu. E me deu um beijo dizendo que estava delicioso, que eu podia fazer à vontade aqui em casa e até servir para as visitas. Aí eu disse: não tem leite, não tem ovo e não tem açúcar. E ele arregalou os olhos. “Como é que pode, então, ficar bom?”.

        “Com abacate e tâmaras”. 🙂

        A melhor parte é que ele não come fruta. Só gosta de abacaxi e tem que está descascado e servido para ele comer. E nessa sobremesa tem pelo menos 3, o abacate, a tâmara e a laranja. Quatro, se eu puser mais uns moranguinhos. Mais que sobremesa, essa receita é ótima também para mães servirem às suas crianças, invés de um bolo ou de um biscoito. Chocolate por chocolate, pelo menos esse tem nutrientes.

        Muito obrigada de novo. 🙂
        Estou adorando tudo que tenho feito daqui.

        Ah, acabei de fazer a segunda parte do pão. Tá ali no forno descansando. A esponja não cresceu muito (era para crescer quanto?). Tô meio apreensiva, mas vamos ver. Na pior das hipóteses, a primavera está chegando. Eu espero mais uns dias o calor chegar e pronto 🙂

        1. Aha! Agora você pode fazer com que ele coma frutas e ainda ache gostoso:) Obrigada por ter lembrado de vir aqui contar a reação dele (eu estava esperando:). E continuo torcendo pro pão dar certo.

    1. Sim, a tâmara é seca. Não aconselho usar ameixa pois além do doce ser menos pronunciado (o que deixaria a sobremesa bem menos saborosa), o sabor característico da ameixa mudaria o gosto do creme. Mas você pode usar uvas passas. Não fica tão bom quanto com as tâmaras, mas é a segunda melhor opção.

  15. Oi, otima receita! Tenho algmas dicas pra tirar o gosto de abacate e usar no lugar das raspas de laranja e seu sumo: algumas gotinhas de oleo essencial de menta ou hortelã, massala chai em pó (ou misturar 1 col de cafe canela com 1 pitada de cardamomo em pó, 1 de cravo em pó, 1 de noz moscada ralada fino, 1 de pimenta do reino moida e 2 de gengibre em pó), chá verde em pó e tambem pode se adicionar 1 a 2 col de sopa de agua de rosas ou de flor de laranjeira. Se necessario aumentar o leite de amendoas em 1/2 xic aprox. um abracao

  16. Olá! Sou uma onívora, mas estou sempre em busca de receitas mais saudáveis. Acabei de fazer esta! Não usei tahine nem raspas de laranja (acredita que não sei como fazer raspas? hahaha). E coloquei 12 tâmaras em vez de 8. O resto da receita segui certinho.
    Achei gostoso, mas não tão doce quanto o meu paladar viciado está acostumado. 🙂 Fiquei com vontade de colocar um açúcarzinho. Na verdade eu ia tentar colocar mais tâmaras, mas só tinha essas 12, então fica assim. Tem mais alguma coisa que eu possa usar pra adoçar, ou devo apenas comprar mais tâmaras na próxima vez?
    Amanhã vou servir pra algumas amigas. Vamos ver o que elas acham!
    A propósito, quase que queimo o meu liquidificador, hehehe. Achei pouca quantidade da sobremesa, da próxima vez vou fazer uns 50% a mais, pelo menos pra conseguir fazer o liquidificador funcionar.

    1. Camilla, basta lavar uma laranja e raspar a casca (a laranja ainda inteira) no ralador fininho. Pare de ralar antes de chegar na parte branca, pois ela amarga. Sim, essa sobremesa é menos doce do que as tradicionais sobremesas brasileiras, mas você pode aumentar a doçura acrescentando mais tâmaras ou alguns adoçante líquido natural, como melado ou xarope de agave.

  17. Sandra, poxa, to tão triste…. Na primeira vez que fiz essa sobremesa, achei que o gosto de laranja ficou mto acentuado e um tanto amargo, mas pensei que talvez fosse pq eu tripliquei a receita e poderia ter confundido as quantidades. Ontem fiz de novo com as quantidades exatas, mas coloquei só 1/2cc de raspas de laranja, meu chocolate em pó é o da caixinha vermelha (não sei se vc se lembra), e como eu não tinha leite de amêndoas pronto, usei suco de laranja no lugar (então ficou 1x de suco de laranja). O resultado foi exatamente o mesmo, com o amargor forte da laranja! Eu até comi , mas o meu marido não gostou e não comeu. Da próxima vez vou tentar fazer sem nenhuma raspa de laranja e com 1/2x de leite de amêndoas, mas vai ser a minha terceira e última tentativa…. não sei o que está acontecendo, pq eu gosto tanto das receitas daqui, todas ficam deliciosas!!….

    1. Sophia, achei tão estranho você sentir amargor nessa sobremesa. Raspas de laranja, quando feitas direitinho, não tem amargor nenhum. Será que você não está raspando muito e usando a parte branca da laranja também (é ela que amarga)? Ou será o amargor que você está sentindo vem do cacau? Nesse caso você poderia tentar usar mais tâmaras pra adoçar… Boa sorte.

      1. Oi Sandra, da primeira vez até acho que deve ter escapado um pouco da parte branca da casca, mas da segunda nem tem como, eu coloquei bem pouquinho mesmo… Então além do leite de amêndoas e da exclusão das raspas, vou experimentar acrescentar mais tâmaras também… quem sabe?? rsrs. Depois volto pra te contar como ficou. Bjos!

  18. Oi Sandra, meu filho vai fazer um aninho e achei esta sobremesa perfeita para substituir os doces tradicionais. Como estarei fazendo tudo para a festa queria saber até quantos dias eu posso deixar na geladeira antes de servir ?

    1. O ideal é fazer no dia anterior em que você for servir, mas já guardei essa sobremesa por dois, três dias (no máximo) na geladeira sem problemas (a camada superior se oxida e escurece um pouco, mas nada que altere o sabor). Me conte depois se a meninada aprovou 🙂

  19. Sandra,

    Tentei fazer mas escapei a mão na pitada de sal e estraguei completamente a receita fazendo um doce salgado! Rsrsrs.. Paciencia, vou tentar outra vez..

    Vc já tentou suco e raspas de limão no lugar da laranja? Fiz assim e tirando o sal me parece que ficaria ótimo..

    1. Que pena, Renan. A pitadinha é microscópica, pode até fazer sem… Nunca testei o limão pois confesso que não sou fã da mistura chocolate-limão. Mas se você gosta, vá em frente 🙂

  20. Gente, que bruxaria é essa? rs! Fiz a receita adaptando tudo, porque estava morrendo de vontade, não tinha metade dos ingredientes e os que tinham eram insuficientes. Deu super certo, que delícia!

    Ah, fiz com as uvas passas, mas não teve jeito de meu liquidificador triturá-las completamente. Eu adorei com os pedacinhos, mas acho que um processador seria útil nessa substituição.

    Obrigada, Sandra!

  21. Sandra, conheci seu blog procurando receitas mais naturais e adorei essa receita. Detesto abacate mas vou experimentar essa, vamos ver se eu me engano rsrsrs
    Queria te perguntar: vc acha que o ponto desse doce seria bacana pra rechear um bolo?
    Obrigada!

    1. Oi, Bruna. Esse creme é perfeito pra rechear bolos! Eu fiz isso uma vez, era aniversário de um grande amigo meu que adora doces, e ficou uma delícia! Usei pra cobrir o bolo também (não fica brilhante e bonito como uma ganache, mas o sabor compensa). Se experimentar, não esqueça de deixar o bolo na geladeira até a hora de servir, pois em temperatura ambiente o abacate se oxida e o sabor do creme muda um pouco.

      1. Sandra,
        eu fiz e realmente fica perfeito! Jamais imaginaria que seria feito com abacate!
        Agora, uma pergunta: depois de gelar as 12hs, eu preciso necessariamente servir gelado?
        Estava pensando em servir como substituto do “brigadeiro de colher” num aniversário e pensei em deixá-lo menos gelado.
        É possível?

        1. Bruna, eu acho que o frio não só deixa essa receita mais gostosa, como também impede que o abacate se estrague. Em temperatura ambiente ele se oxida mais rápido, mas já usei esse creme pra rechear e cobrir um bolo e deu certo. Eu sugiro que você coloque o creme em copinhos e deixe na geladeira até pouco antes de servir. Depois é só colocar na mesa e relaxar, pois tenho certeza que ele não vai ficar ali por muito tempo:)

  22. Eu fiz com algumas adaptações. No lugar da baunilha fervi um pouco de canela em pau e acrescentei 2x cc; umas 7 tâmaras pq uma estava mto dura; 2x cs de mel e 1x cs açúcar demerara e um punhado de passas pra ver se adoçava rs. Não resisti, mas estou tirando o açúcar aos poucos … A baunilha devia deixar o creme mais doce sem precisar do mel e do açúcar. Da próxima farei com baunilha! Eu não sou vegana. Parei com a carne vermelha e estou fazendo algumas modificações na minha dieta e encontrar teu blog foi um bálsamo! Obrigada pela receita 😉

  23. Sandra, acabei de fazer essa sobremesa, e pode crer, ela realmente muda vidas! O que é isso?! Realmente, um creme dos deuses! Parabéns, acessei sua página recentemente, e já está revolucionando minha vida. Saiba que estou com mais coragem de me iniciar no veganismo a partir do seu relato e suas receitas maravilhosas! Abraço! Ligia

  24. Sandra, esse creme parece ser maravilhoso! vou fazer no fim de semana 🙂 sou meio nova na cozinha.. você pode explicar essas medidas? os XX e cs e cc. Ficaria muuuuito agradecida! vou com certeza voltar sempre aqui! Beijos.

  25. Sandra, essa sobremesa é sensacional!!! Nem dá pra acreditar que é sem açucar e com abacate que é tão nutritivo!! Além disso ela tem a vantagem, pelo menos pra mim, de não despertar a compulsão por doces, de comer mais um potinho, e depois outro, e outro….. Um é suficiente pra se sentir satisfeita!

    Sou onívora e cheguei no seu blog em busca de receitas com comida de verdade, tenho alergia a glutamato monossódico, então nada de comida de pacote (pelo menos salgada) aqui em casa. Adorei teu post sobre açucar, comida de verdade, os temperos que tu usa…parabéns!! Teu blog é uma mão na roda na busca por uma vida saudável!

    1. Fico muito, muito feliz quando vejo alguém tão empolgada quanto eu com essa sobremesa! Pra mim ela é totalmente revolucionária:-) E já percebi que quando comemos sobremesas feitas com comida de verdade, cheia de fibras e nutrientes, nosso corpo se satisfaz com uma quantidade menor.

      Obrigada e seja bem-vinda ao Papacapim, Ana.

  26. Depois da minha sopinha creme de cenoura e couve-flor, fiz essa sobremesa também como test drive para um próximo bate papo com amigos. Recomendação dada para meus filhos e marido: não podem comer hoje, só amanhã. Devidamente advertidos, fui tomar banho. E agora, adivinha quantos potinhos sobraram na geladeira? Um. E adivinha quem comeu o um que sobrou? Eu. Então, só podemos dizer se essa sobremesa fica mais que divina no dia seguinte na próxima oportunidade, que não tardará. Por enquanto, é: 20 minutos depois de pronta ela já é espetacular. Parabéns, Sandra, mil vezes parabéns.

  27. que receita maravilhosa!! estou a procura de uma receita de brigadeiro mais saudavel e essa parece delícia! vc acha que usar essa receita para outros brigadeiros (queria fazer de capim santo) ficaria boa?! obrigada! bjos

  28. Ótima receita. Eu comecei a experimentar e achei uma variante que fica uma delicia (se você gosta de canela):
    No lugar de chocolate, canela (uma cc e meia) e gengibre ralado (1/4 xicara). No lugar de leite de amêndoas, leite de côco. Aumentar a dose de raspas de laranja e tâmaras (ou, como eu fiz, somar umas uvas passas e damascos às tâmaras).
    Pra ficar bem cremoso, é melhor processar primeiro tudo exceto o abacate, bastante, e só no final adicionar o abacate e dar mais um toque.

  29. Amei!!!!!! As tâmaras que comprei estavam um pouco duras, da próxima vez vai ficar ainda melhor, porque mesmo assim todos amaram (servi para um grupo de amigos, minha filha mais velha só teve chance de provar enquanto eu estava fazendo e ficou me pedindo mais e mais)!!!!Muito obrigada mais uma vez Sandra!

    1. Fico feliz por ter sido um sucesso 🙂 Se suas tâmaras estiverem duras, é só deixar de molho em um pouco de água quente por meia hora (não esqueça de escorrer antes de usar).

  30. Bom dia.Tenho uma Duvida…a Tahina que usa é uma pasta certo? São as sementes de gergelim/sesamo cruas peladas e ja trituradas tostadas e depois trituradas?

    1. Sim, tahina é uma pasta feita com sementes de gergelim ligeiramente tostadas (algumas são feitas com sementes cruas, mas a tahina tradicional usada no Oriente Médio, e a que recomendo aqui, é feita com sementes tostadas) e depois trituradas até liberarem todo o óleo e se transformarem em uma pasta espessa.

  31. Tostadas e depois é q sao trituradas 😉 ….é q ncn usei e nao sei onde comprar e vi na net uma receita q era triturar 250gr de sementes depois de as tostar…e ja ta…sao +/- 10 minutos a triturar 😉

  32. Sandra, já fiz essa receita 3 vezes, tem sido um sucesso aqui em casa! A única coisa que não dá muito certo pra mim são as tâmaras, porque as que encontro aqui são muito secas e acabam estragando a textura. Então nem ponho.
    Dessa última vez coloquei limão e suas raspas (ao invés da laranja) e folhinhas picadas de hortelã, ficou uma delícia! Ah e o tahine é imprescindível!
    Sou fã das suas receitas, muito obrigada por compartilhar!

  33. gente, acho que deve ter mais algum segredo nesta receita.. segui todas as dicas.. o melhor cacau, tâmaras desmanchando, abacate docinho.. e o resultado: aparência linda, sabor terrível.. =/ Tentarei mais sorte nas próximas receitas daqui!

    1. Alline, eu realmente não consego entender. Não tem mais nenhum segredo nessa receita não, isso eu posso te garantir. Eu fiz dezenas de vezes, sempre com sucesso, muitos outros leitores fizeram também e adoraram. Você usou todos os ingredientes indicados e nas quantidades mencionadas? Substituiu alguma coisa?

  34. Sabe qual a equivalência das tâmaras em relação ao açúcar mascavado? Queria passar a usar tâmaras em todas as receitas para substituir o açúcar mas não faço ideia de qual a quantidade certa!
    Obrigada

    1. Ana, não sei como responder sua pergunta. Sugiro que você teste em casa, uma receita por vez, até achar as quantidades equivalentes. Mas saiba que tâmara vai se comportar de maneira diferente: ela é mais densa e tem umidade, coisa que o açúcar não tem. Então o resultado final vai sempre ser diferente e talvez você precise ajustar a quantidade dos outros ingredientes pra compensar. Enfim, só mesmo testando pra ter certeza dos resultados. Boa sorte.

  35. Adoraria provar a receitamas não faço ideia do que seja um chocolate em pó de boa qualidade. Será q tem algum importado bom à venda no Rio de Janeiro? Maaaaaas…. aqui sei onde comprar o Callebaut em gotas. Será q dá pra fazer a receita com chocolate derretido?
    Obrigada:)

    1. Thalita, essa receita usa cacau em pó puro (sem açúcar), não chocolate em pó (que é uma mistura de cacau e muito açúcar). Não sei te indicar uma marca boa vendida no Brasil, nem importada. Mas se você achar um cacau puro, que seja bem perfumado, é esse que você deve escolher. Mas não será possível substituir o cacau em pó por chocolate derretido aqui: vai mudar completamente a estrutura da receita.

      1. Sandra, obrigada por responder sempre tão rápido!
        Bom, fui atrás do cacau e tinha no mercado fácil, eu que não tinha reparado antes. A marca é Behring e eu não sei dizer da qualidade. Aí fui feliz testar a receita e, com os ingredientes da lista, ficou muuuuito amarga. Mas não acho q era por causa do chocolate, mas por causa do tahine. Acredito que o meu não seja lá essas coisas. Aí coloquei a água onde deixei as tâmaras de molho e melhorou um pouco, mas só achei que ficou ok pra comer depois de colocar um pouco de açúcar mascavo. Mas repito, acho mesmo q é por causa do amargor do tahine, e talvez tb pq o cacau não seja dos melhores. Próxima vez vou tentar colocar tahine aos poucos e ir provando, pra ver como fica e comprar chocolate em pó da Callebaut, acho q tem tudo pra ficar melhor. Agora ela está lá gelando, não vejo a hora de provar o creme geladinho 🙂

  36. Acabei de fazer uma versão bastante simplificada da sua receita: abacate, cacau em pó (usei da Garoto, provavelmente um dos mais baratos do mercado), açúcar demerara e raspas de laranja. Sem tâmaras (as boas custam caro demais aqui), sem leite de amendoa, sem tahine, sem extrato de baunilha. Extrato de baunilha é difícil de encontrar e tahine eu até tinha, mas queria mesmo era testar uma receita sem coisas exóticas, que qualquer um pode fazer rapidinho, sem precisar ir a um mercado especializado. O resultado? Ficou sensacional. Firme, igualzinho ao da foto. E o sabor da laranja ficou perfeito.

  37. Sandra, fiz a receita e ficou demais de boa!!! (E olha que só gosto de abacate se for no guacamole.)
    Tenho duas dúvidas: será que fica tão bom quanto se eu substituir o cacau pela alfarroba?
    E quanto ao tipo de laranja? Eu fiz com laranja lima e adorei, mas não sei se é a mais indicada.
    Obrigada!

    1. Gabi, alguns leitores fizeram com alfarroba e gostaram. Eu nunca fiz, então não posso te dar a minha opinião. E quanto à laranja, acredito que qualquer uma serve. Eu uso sempre laranjas comuns.

  38. Oi Sandra, fiz esse creme no fim de semana. Ficou divino! Eu apenas colocaria menos tâmaras, pois também sou bem sensível ao doce. Mas está aprovadíssimo!!!!

    1. Imagino que sim, já que a troca não afetará a textura do creme. Porém o sabor será completamente diferente, claro, e não será nem um pouco achocolatado. Como nunca testei, não posso recomendar nem me responsabilizar pelos resultados. Mas se você gosta do sabor da alfarroba, provavelmente ficará feliz com o resultado. Se testar conta pra gente o que achou.

  39. Sandra, mais uma vez quero parabeniza-la pela excelente combinação. Uma sugestão para baratear um pouco a receita, ou deixa-la com menos ingredientes exoticos como alguem citou nos comentarios, mantive todos os ingredientes exceto a tamaras, e substitui-a por 3 boas colher de sopa de melado de cana. ficou sensacional como a anterior que tentei com tamaras. bem. fica uma dica aí. Outro comentario, não acho o tahine tão essencial assim, pra mim, o que conta mesmo são as raspas de laranja e a essencia de baunilha. um abraçao

  40. Olá Sandra!
    Descobri hoje o seu blog e esta receita MARAVILHOSA!!
    Sim, eu já fiz e não esperaram o dia seguinte pra provar, marido e filhos adoraram.
    Nem sonham que tem abacate.
    Sou chocólatra, então Amei! Muito obrigada por compartilhar está delícia.

    Izabel
    Ps: não tinha o tahine, e ficou bom mesmo assim.

    1. Dá muito certo pra recheio de bolo, Thais, mas como ele se oxida (já que é feito com uma fruta fresca) a cor escurece um pouco quando o creme fica exposto ao ar, então se quiser usar como cobertura talvez isso seja um problema.

  41. Bom dia, flor!
    Gostaria de saber se existe algum substituto para o óleo de coco ou se realmente vale o investimento! Obrigada e parabéns pelo blog (:

  42. Nossa vou fazer , achei o máximo apesar de super calórica e super nutritiva e cara de chocolate e o mais importante é cremosa e sem açúcar!

  43. olá, antes de ler seu post eu já havia feito o meu creme, usei abacate, cacau e mel. Mas achei extremamente forte, acredito que, pelo cacau. Não joguei fora ainda, pois acho que posso melhorá-lo. Não dá pra comer mais que 1 colher de sopa, realmente ficou forte. Caso eu acrescente a laranja, suas raspas e a baunilha, conseguirei melhor o sabor? Será que não ficará liquido?

    1. Fernanda, a laranja e a baunilha com certeza vão suavizar o sabor, mas se você acha que o sabor ‘extremamente forte’ que está te incomodando vem do cacau, talvez seja uma boa ideia reduzir a quantidade desse ingrediente. Gostaria de lembrar que mel também tem um sabor bem pronunciado e que você vai obter resultados mais suaves com outro tipo de adoçante natural (agave é totalmente neutro, por exemplo).

  44. Parece ser incrivelmente delicioso e lindo o visual. Pena que, abacate é uma das frutas de que sou proibida de comer: tenho diabetes e esteatose. Parabéns pela sua receita. Passarei aos amigos!

  45. Sandra, fiz a sua receita ontem e todos cá em casa adoraram. Embora eu aprecie muito a culinária vegetal, sou omnívoro a tentar tornar a minha alimentação mais saudável. A minha família que mora comigo é muito cética quanto ao vegetarianismo mas esta receita deitou abaixo todos os argumentos deles. 🙂
    Muito obrigado por este blog fantástico. Felicidades.

  46. Oi Sandra, eu fiz a receita no final de semana.
    Mas substituí o cacau por chocolate em pó, porque estava muito curiosa para ver como ficaria.
    Confesso que não acreditei que ficaria sem naaada de gosto de abacate mas Para minha surpresa ( já que odeio abacate ) realmente não fica gosto nenhum dele no doce.
    Mas achei tão amargo, isso tem a ver com o fato de ter trocado o cacau por chocolate?
    e achei muito acentuado o gosto da laranja, mas acho que posso ter ralado a parte branca, vou tentar novamente ralando a laranja com mais paciência.

  47. Oi Sandra! Fiz algumas adaptações, já que não tinha todos os ingredientes à disposição. As tâmaras estavam no final (só tinha 4 e daquelas mais sequinhas e pequenas). Usei as que eu tinha e acrescentei duas colherinhas de chá de açúcar de coco (que me lembra o caramelo também). As amêndoas não estavam hidratadas, fiz então um leite de coco e substituí. Não tinha laranja e tahine em casa, então eu exclui. Usei avocados maduros e uma baunilha e cacau cru de excelente qualidades. O resultado foi surpreendente, delicioso, encorpado e sofisticado. Me apaixonei e as outras cobaias também! Comi quase na hora (20 min de congelador somente), pois a curiosidade estava grande. Ficou um residual do gosto de abacate (pelo pouco tempo e ausência das raspas de laranja), mas sou apaixonada por avocados e isso não foi um problema. Mas quero testar a receita completa e com o tempo de pausa recomendado. Obrigada!! 🙂

    1. Adoro ler as aventuras dos meus leitores adaptando essa receita 🙂 Ela pode ser preparada de tantas maneiras… Fico feliz por você e suas cobaias terem gostado 🙂

  48. As tâmaras vão substituir o açúcar, mas é bem difícil encontrar por aqui. Então vou substituir por Sapoti, que é super docinho e saboroso. Pretendo muito em breve fazer, quando tiver todos os ingredientes. Beijo 🙂

  49. quando se vai copiar aparece a reserva de propriedade intelectual que não respeitou quando diz que copiou de um site algumas dicas (que desapareceu da memória- esta que não devia desaparecer).. Se não quer que se copie não publique …guarde no seu baú para levar com você mais tarde, Eu por acaso até copiei a receita directo pois é fácil… só que nem toda a gente tem esses conhecimentos.. no entanto obrigado pela receita …vou experimentar….O que tem ali para reserva intelectual?… Só vaidade… talvez……………

  50. Preciso falar que eu to APAIXONADA pelo teu blog, é maravilhoso. A cada dia eu me apaixono mais pela arte de cozinhar e você tem contribuído muito com essas receitas lindas e histórias mais ainda. Sou vegetariana desde criança e vegan já tem alguns anos, então imagina como é bom pra mim encontrar gente que compartilha o mesmo gosto.
    Quanto a esse creme, poderia me tirar algumas dúvidas, por favor? Me surgiu uma ideia de torta de com massa de chocolate (que eu ainda não pensei em como fazer), mousse de capim santo e como cobertura, esse creme de chocolate. Na minha cabeça ficaram lindas as duas camadas e muito bom também, mas na pratica a laranja não vai combinar com o capim santo, eu acho. Sem a laranja, o gosto do abacate é realmente perceptível? Eu queria um creme bem forte, amargo, com gosto de cacau mesmo, pra contrastar com o doce de capim santo.
    Me desculpe por te bombardear com perguntas viu, mas creio que você entende a minha confusão imaginária antes mesmo de fazer algum teste.

    Um beijo!

    1. Obrigada, Nathalia. Acho que vale a pena testar a sua ideia. Pode fazer o creme sem laranja, usando mais cacau. Assim o sabor do abacate será mais discreto (eu acho que ele não incomodará ninguém) e o creme ficará mais intenso e amargo, do jeito que você quer. Se fizer volta aqui pra contar como ficou 🙂

  51. Fiquei admirada com o uso do abacate!
    Nunca gostei dos mousse de chocolate por levar clara de ovo…
    Qual quantidade de uva passa para substituir as tâmaras?

    Agradeço. Um abraço.

  52. OI SANDRA, ACHEI MUITO INTERESSANTE SUA RECEITA, MAS TEM ALGUNS INGREDIENTES QUE NÃO CONHEÇO E TAMBEM NÃO EXISTEM AQUI EM MINHA CIDADE. UM ABRAÇO.

  53. Oi Sandra,não consumo carne e acho muito legal quem é vegano.Estou tentando,mas meu marido não aderiu e isso me atrapalha.Passeando pela net descobri teu blog e amei.Parabéns, e como gosto de abacate,vou fazer tua receita,lembrando que moro na Amazônia e vou substituir as tâmaras por algo daqui.Muita luz em tua vida!

  54. Boa tarde! Amei a receita e quero prepará-la na ceia vegana que estou programando para o Natal na minha mãe. Mas gostaria de saber se posso substituir o suco de laranja por algo não cítrico. Desde já agradeço. Beijo.

  55. MARAVILHOSA!!! Amei essa receita!!!! Estou nessa busca por gostosuras sem açucar e o mais saudáveis possível.. já que amo doce e amo chocolate, mas me preocupo muito com saúde! Usei leite de coco e ficou incrível!! Obg pela receita.

  56. Obrigada pela receita. Fiz no fim de semana passado uma sobremesa parecida mas em vez do cacau levava limas (abacate+tamaras+raspa e sumo de lima) tambem gostei muito. Mas com cacau deve ser divinal…Eu sou tão gulosa e adoro chocolate vou experimentar o mais rápido possivel.

  57. Testei hoje é por um acidente coloquei cacau sem açúcar ao invés de Chocolate em pó…
    Ficou bem amargo e ruim. Para salvar já que só tinha 1 abacate maduro, triplique a quantidade de tâmaras e coloquei 1/2 X de nozes (que já estavame de molho na água por 5h para outra receita…)
    Me surpreendi que tirou o forte sabor amargo e deixou realçar a laranja.

    Uma dúvida: as cascas da laranja como você extrai? Eu acredito que tenha pego o bagaço e por isso tenha ficado tão amargo.
    Obrigada pela dica da receita!!

    1. Dani, a receita é com cacau amargo, mesmo. Não com chocolate em pó. As raspas de laranja você raspa com um ralador pequeno, antes de cortar as laranjas e espremer o suco.

    1. Dá muito. Na maioria das receitas veganas, qualquer o leite vegetal pode ser substituído por qualquer outro. O sabor vai variar um pouco, mas nada grave. Só tenha o cuidado de não usar um leite adoçado em uma receita salgada e fica tudo bem.

  58. Olá ! então quando vc diz tahina quer dizer tahine não é? desculpe a ignorância tá kkkkk, mas melhor perguntatar vai que…… obrigada

Deixe uma resposta para Marcia Cancelar resposta