Encontro no Rio

Sorbet de melancia e banana

Cá estou no Rio desde sexta à noite. Confesso que subestimei essa cidade. Quando me recuperar de tanta beleza, escreverei mais sobre o assunto (preparem-se pra um guia vegano do Rio). Por enquanto vou continuar degustando as maravilhas locais, comestíveis ou não. O convite pro encontro aqui ainda está de pé. Quem quiser trocar figurinha, ou receitinha, comigo pode aparecer no restaurante Vegana Chácara em Botafogo (Rua Hans Staden, 30) quinta-feira (28/06) a partir das 13h. Ainda não comi nesse lugar, mas almocei no Vegan Vegan, que é do mesmo dono, e me encantei com a comida. Se o cardápio da Chácara for tão bom quanto, vale a pena passar por lá.

E pros que não poderão comparecer ao encontro de quinta, aqui vai a receita de consolação. Antes de sair de férias preparei um sorbet com o resto da melancia que congelei pra preparar a limonada rosa com hortelã. Esse blog é carente de comida criança-friendly, culpa da falta de filhos e da distância que nos separa dos nossos sobrinhos, mas sempre quis criar uma seção de receitas pros pequenos. Sei o quanto é difícil fazer criança comer verduras e infelizmente minha primeira receita pra criança não vai convencer seu filho a comer espinafre. Mas esse sorbet ficou com um gostinho tão bacana de tutti-frutti, como uma versão saudável de babalu (chiclete) de melancia, que só posso pensar em oferecê-lo pras crianças. Adultos vão talvez torcer o nariz pra essa sobremesa  (Anne provou uma colherada e recusou o resto dizendo que tinha gosto de chiclete), mas é o tipo de sorvete que encanta o paladar dos menores de doze anos.

Esse sorbet não vai fazer seu filho comer espinafre nem brócolis, mas uma sobremesa que tem gosto de chiclete, mas que é composta exclusivamente de frutas e sem um grama de açúcar já é um começo, não?

Sorbet de melancia e banana

1 1/2x de banana congelada em rodelas

2x de melancia congelada

2x de melancia fresca

Suco de 1 limão pequeno

Bata todos os ingredientes no liquidificador. O sorbet tem a consistência de um sorvete meio mole. Sirva imediatamente. Rende 4 porções comportadas (sobremesa) ou 2 porções generosas (lanche).

33 comentários em “Encontro no Rio

  1. Hum, que delícia. Poxa, sou do estado do ES e estarei no Rio somente em agosto. Se estivesse aí ainda, adoraria conhecê-la. Aproveite bem a cidade maravilhosa!

    1. Estou aproveitando, mesmo, Carolina. A senhora papacapim anda até esboçando umas vontades loucas de trocar a Palestina pela cidade maravilhosa (deve ser efeito das belezas da cidade e acredito que vai passar;-)

  2. Bom Rio pra você,Sandra!!
    Aguardarei ansiosa pelo Guia Vegano do Rio pra minha viagem à Cidade Maravilhosa em agosto.
    E as palestras em Recife,vai rolar??
    Beijos

    1. Espero que sim, Camylla, mas ainda não foram confirmadas. Farei um anúncio aqui no blog, assim quem estiver em Recife pode ir (será que rola um encontro em Recife também?).

      1. Ah,por mim rola sim,viu??
        E além de mim,tem o grupo de veganos aqui de Recife que eu participo no Facebook, lá muita gente te conhece e gosta do teu trabalho.
        Bjs querida

  3. Oi, Sandra. Faz um tempinho que não passo por aqui, mas fiquei muito feliz de saber que você está no Rio! Vou tentar passar no restaurante quinta-feira, nem que seja só pra te conhecer e te dar uma lembrancinha (que eu ofereci lá no seu post “Cosméticos naturais”). Dessa vez só tem um par de ruas – e não um oceano – nos separando, né! Bjs.

      1. Poxa, fiquei presa no trabalho e não consegui ir ao encontro… uma pena, queria muito te conhecer! Se for rolar outra coisa em horário não comercial, avisa que eu dou um jeitinho de ir, tá 🙂

  4. Sandra, tudo bem? Creio que não lembrarás de mim, estive na Palestina, faixa de Gaza em 2010. No momento tbm estou no Rio e queria saber se esses encontros são só na parte da tarde. Tem algo a noite? Após 17h?

    um abraço,
    Deborah

    1. Claro que lembro, Deborah! O encontro será a tarde, mas ainda estou definindo a programação da semana. Te mando um email quando souber o que vou fazer nos outros dias a noite e se você quiser se juntar a nós será benvinda.

    1. Que sorte a minha! Comi a feijoada do Vegan Vegan e achei ótima, mas não vou reclamar de maneira alguma se puder comer outra feijoada vegana antes de ir embora (estou carente de feijão).

      Correção: Só depois de ter publicado essa resposta percebi que irei ao restaurante na quinta, então vou perder a feijoada:-(

  5. Oi guria!
    Aqui onde vivo não tem melância nessa epoca mas fiquei maravilhada com essa receita,deu vontade de correr para a cozinha,mas….e a melancia?=( será que posso substituir ela por outra fruta? adoro qualquer tipo de fruta, vou procurar outra que tenha a morfologia parecida com a da melância

    Abraços! Aproveite a cidade… e venha para o sul algum dia pegar um friozinho…
    =D

    1. Aline, infelizmente o sabor de tutti frutti que mencionei (meio chicletal) depende da combinação de melancia com banana, então não posso sugerir nenhuma outra fruta pra substituir a melancia. Mas fazer sorbet com frutas congeladas é muito simples e você pode usar a combinação de frutas que mais gostar. O sabor vai ser diferente, claro… Espero visitar o sul em um futuro não muito distante, mas preciso ganhar na loto (ou vender muuuuuito livro) antes:-)

  6. Huum… essa eu vou deixar pra experimentar quando estiver nos States. Acho que minha netinha vai gostar, pois ela adora melancia e banana. Quanto a mim, não aprecio nada com gosto de chiclete, nem o próprio. E já que a Anne torceu o nariz, vou me fiar no gosto dela, rsrsrs…Morrendo de vontade estar no Rio e ir nesse encontro de amanhã. Beijos

    1. Anne esnobou meu sorvetinho, mas eu achei gostoso. E olha que detesto picolé de chiclete (assim como o próprio chiclete), mas o sabor é bem suave e natural, não tem aquele gostinho de coisa artificial que odeio.

  7. Oi Sandra! Nossa, que maravilha de receita! Acho que te disse em outras situações que já fiz várias receitas suas para o Daniel. Ele agora está com 2 aninhos, e me vejo fazendo mágica para sempre oferecer coisas saudáveis para ele, fugindo o máximo possível dos industrializados, açucarados, etc. É difícil, e tem uma fase dos pequenos que é quase impossível agradar a esses paladares (acredite!) tão exigentes.

    Esta receita certamente vai entrar na minha listinha!

    Agora, já sobre você e a Anne no Rio… ai, ai…

    Eu moro em Petrópolis, a 60 km do rio, tão pertinho… Mas por conta do meu trabalho (que faço em casa mesmo), e do Daniel, tenho muita dificuldade em me locomover, porque ele está sempre comigo. Para eu ir ao Rio, teria que contar com a super ultra ajuda do maridão, que trabalha o dia todo, todos os dias, e essa semana ele está viajando a trabalho nas cidades vizinhas… Enfim, queria muito, mas muito mesmo ir a esse encontro, e conhecer vocês duas, mas não sei ainda se vai ser possível!

    Você fica até quando no Rio?

    1. Acho que Daniel vai gostar desse sorbet. Eu adoraria conhecer Petrópolis e você e Daniel, mas acho que não terei tempo pra ir aí. Uma pena:-( Fico no rio até domingo, mas tem tanta coisa pra ver aqui que não vou dar conta de tudo dessa vez. Não quero fazer pressão, mas se você puder vir eu tomo conta de Daniel pra você almoçar tranquila:-)

  8. Eu queria mto poder ir a esse encontro! Tanto pq o Rio é lindo como pra poder te conhecer pessoalmente! Mas não será possível… Quem sabe vc ainda não passa pela nossa capital! Ela tb tem suas belezas!!

    1. Aline, também ia adorar te conhecer pessoalmente. Sei que nossa capital tem suas belezas, mas eu é que não tenho uma carteira muito recheada pra sair passeando pelo Brasil afora:-(

  9. Hum… Parece que tem uma ótima textura, muito fácil de fazer. Não poderei comece ao encontro de quinta, mas gostaria de saber se vai haver palestra no Rio?? Abraços 🙂

  10. Sabe que a idéia de não comer carne lá em casa surgiu de uma receita de sorvete de banana cru? Uma receita puxou a outra, daí puxou outros sites (oi papacapim) e de repente percebi que não precisava mais de carne 😛 Deve ficar mt bom banana com melancia.

  11. Sandra, o pessoal de Recife já está todo ansioso pra lhe conhecer! Mandei um e-mail enorme pra vc ontem, pra acertamos os detalhes e batermos o martelo da sua vinda.
    Quem disse que suas receitas não são criança-friendly? Meu filho de 2a 5m ama sua aveia dormida, é o café da manhã favorito dele! Ele tb adora feijão, arroz integral, e a grande novidade é que de uns tempos pra cá ele tem comido verduras em pedaços maiores sem reclamar! Antes eu tinha que disfarçar pra ir junto com o feijão ou com o arroz, mas agora ele tá aceitando numa boa. Acho que o segredo é comer se deliciando na frente dele e persistir.
    Bjs

  12. Sandraaaaaaaaaaaaaa, estás no Brasil, que legal! Curta bastante o Rio , curta por mim também que vivo em São Paulo. Se você der uma passadinha por aqui, sou louquinha para participar de Encontros Veganos, agora no Rio infelizmente não posso, snif, snif…

  13. Sandra?!?!?!

    Ando meio perdida no Papacapim.
    Como ja falei anteriormente, quando conheci “nosso blog” – fique chateada pela minha aquisição não tá, vamos treinar o desapego rsrsrs – degustava-o em doses homeopáticas que era para não acabar logo a leitura, agora, tento atualizar-me e são tantos posts que me perdi. Ainda bem que ficam aqui registrados. Na verdade acho que não tenho conseguido degustá-lo por inteiro porque estou muitas vezes relendo posts mais antigos.

    ****

    Quer dizer que você está aqui na nossa terra?
    Olha, posso dizer que tive uma quase premonição pois, na semana passada sonhei com vc e Anne, eu felicíssima porque tinha conseguido chegar na palestina e estar com vocês, o segundo sonho parecia uma continuidade do primeiro, nós conversávamos muito… E agora vocês… apesar de distantes daqui, tão mais perto!!!

    Natal fica muito próximo de Fortaleza Sandra, não digo que poderei ir até lá para conhecê-las pesoalmente por causa de algumas particularidades, especialmente este mês. Mas se vocês quiserem passear em Fortaleza deixo a minha casa à disposição, apesar de estar recebendo alguns familiares neste mês, acho que vcs não ficarão tão mal alojadas aqui em casa.
    Fica o meu convite e o desejo de conhecê-las pessoalmente.

    ****

    A receita?
    Namoro as couve -flores ( seria o plural assim?), sempre que vou ao supermercado, e quando estão convidativas são bem-vindíssimas na salada crua.
    Confesso que não tenho grandes criatividades com ela apesar de tanto eu como Flora (filha), virarmos minhocas sobre ela cua com limão e azeite.

    Tá vendo como estou tonta?!?! querendo comentar sobre a receita da couve na página do sobert ai ai.. Mas enfim, as duas receitas são deliciosas e a de couve flor só não direi q será o meu almoço de amanhã porque ja estou com ele preparado, mas ja estou salivando com o sabor contrastante das passas com as alcaparras, amo muito tudo isso (vixi, acho que isto é um slogan!).

    Creio que vc tem acesso ao meu gmail e caso queira contactar-me através dele fique a vontade.

    Grande beijo *)

Deixe uma resposta para Aline Cancelar resposta