Celebrando a culinária palestina

Mujadara

Aqui vai mais uma receita palestina pra vocês. Mujadara é um prato a base de arroz e lentilha consumido em vários lugares do Oriente Médio. É um dos pratos tradicionais daqui que é naturalmente vegano. A primeira vez que comi Mujadara fiquei encantada. Como é que essas palestinas conseguem fazer algo tão simples como lentilha e arroz ficar tão delicioso? Tratei logo de aprender a receita pra poder preparar o prato aqui em casa e desde então ele aparece na nossa mesa com bastante frequência.

Por não ter carne, ele é considerado como um prato de pobre e os palestinos preferem servir outras coisas pros convidados. Mas eu o acho simplesmente brilhante! Não sei se a pessoa que criou a receita se deu conta mas ela teve uma idéia de gênio! Ao misturar esses ingredientes tão humildes criamos uma refeição equilibrada, rica em ferro, proteínas completas, fibras e vitaminas. Tudo isso por uma quantia módica. Sem falar que é super simples de preparar e absolutamente delicioso.

Mujadara

2 cebolas grandes, em fatias (não muito finas)

3 dentes de alho picados

1x de arroz cru

2x de lentilhas cozidas mas firmes, sem tempero *

1 ½ cc de cominho

½ cc de canela

2 cs de azeite

sal, pimenta do reino a gosto

Pra acompanhar (salada)

1 pepino

2 tomates

1 pimentão (vermelho ou verde)

Suco de 1 limão pequeno

Sal a gosto

Em uma panela média, frite uma cebola em 1 cs de azeite até ficar transparente. Junte o alho e o arroz e refogue durante alguns minutos, até o alho ficar dourado. Acrescente o cominho e a canela e mexa bem. Junte a lentilha cozida, 3 xícaras de água, sal a gosto, tampe e deixe cozinhar até o arroz ficar macio. Enquanto isso, em uma frigideira pequena, aqueça o resto do azeite e cozinhe a outra cebola em fogo baixo até começar a caramelizar. Cebola, por mais estranho que pareça, tem açúcar e se cozinharmos ela em fogo baixo durante 15, 20 minutos esse açúcar é liberado e ela fica ligeiramente caramelizada. Mexa de vez em quando e mantenha o fogo baixíssimo pra cebola não queimar. Quando o arroz e a lentilha estiverem cozidos prove o sal e acrescente mais um pouco, se necessário. Tempere com pimenta do reino, despeje as cebolas caramelizadas por cima e sirva acompanhado da salada. Eu cozinho meu mujadara com pouco sal e coloco molho shoyo por cima no final. Não é nem um pouco tradicional, mas eu acho que intensifica o sabor do prato. Serve 4 pessoas.

Pra fazer a salada, corte os legumes em pedacinhos pequenos, tempere com sal e suco de limão. Além de realçar o sabor da salada, a vitamina C do limão vai aumentar a absorção do ferro presente nas lentilhas.

* Meu método preferido pra cozinhar lentilha é na panela de pressão. Pra esse prato, coloco a lentilha crua na panela, acrescento umas folhinhas de louro, cubro tudo com água e tampo. Quando a panela começa a “apitar” conto mais ou menos 15 minutos e desligo. Assim a lentilha fica cozida mas firme, perfeita pra ser usada no mujadara. É importante parar de cozinhar a lentilha quando ela ainda estiver firme pois ela vai terminar o cozimento junto com o arroz. Eu cozinho bastante lentilha, tiro 2 xícaras pra usar no mujadara e congelo o resto (em porções de 2 xícaras) pra usar em outras ocasiões.

18 comentários em “Celebrando a culinária palestina

  1. Estou empolgada em experimentar suas receitas! Ela parecem ser deliciosas.
    Tenho 40 anos de dona de casa, e sempre gostei de cuidar da alimentação saudável para mim e minha família, e sempre estou aprendendo.
    Muito obrigada por postar suas experiências, compartilhando-as conosco.
    Só não abro mãe de uma boa carne – sou gaúcha e acho que isso explica tudo.
    Abraços
    Carmem Regina de Ávila Mendes

    1. Ola Carmem. Espero que você se divirta (e se delicie) fazendo as receitas do blog. A idéia por tras do papacapim é ajudar qualquer pessoa, vegetariana, vegana ou onivora, a explorar mais o universo vegetal e aprender a apreciar pratos que são bons pra saude, pro planeta e pras papilas. Logo voce esta no lugar certo 🙂 Seja bem vinda!

  2. A gente fazia lá em casa, em Fortaleza, quando estava com preguiça de cozinhar feijão (que demora muito mais tempo que lentilha) e nem sabia que o prato tinha nome na Palestina. Para dar “gosto de festa”, minha mãe acrescentava um punhado de passas e um pouco de azeitona. Ficava muito bom 🙂

    Obrigada pela dica da cebola caramelizada. Adorei!

  3. Adorei a cebola caramelada e o toque de canela, mas tive que acrescentar uma infinidade de ervas(cebolinha,salsinha,coentro,oregano,noz moscada, tomate e tomate seco)..pra pegar gosto.. Será q fiz algo errado ou é assim bem suave msm? Obrigada por tanta receita bacana! Ja fiz o creme de espinafre,o ensopado marinho, a geleia de morango e as papas de aveia, cada vez me surpreendo com suas delicias! ^^

  4. Faço com arroz integral então não cozinho a lentilha antes. Lentilha e arroz integral cozinham ao mesmo tempo e ficam perfeitos, sem desmanchar ou ficar duro.

  5. Sandra, seu site é uma delícia (literalmente!)
    Acabei de preparar este arroz para o almoço. Ficou perfeito!
    Nova receita do coração!
    Ah, inclusive coloquei o shoyo no final…
    Muito obrigada!

    PS: Adoraria ter todas as suas receitas para consultar a qualquer momento num livro.

  6. Nossa, delicioso o sabor da canela e do cominho! Tenho testado várias das receitas do site à base de lentinha e sempre me surpreendo com a versatilidade e sabor desse ingrediente. Eu achava lentilha meio sem graça, mas era só poque eu o único jeito que eu sabia prepará-la era refogada e ensopada, acompanhada de arroz branco ou misturada ao macarrão em uma sopa… Obrigada por me apresentar tantas outras opções, Sandra!

  7. Vc nem sabe, mas esse prato tem sido meu coringa desde que vi essa receita por aqui, uns 3 anos atrás.
    É fácil de fazer e é muito bom!!
    Eu ainda acrescendo um pouco de shoyo pra dar um saborzinho e deixar um pouco mais salgado.
    Obrigado, e siga com isso por favor!

Deixe uma resposta para Cristina Bernardes Cancelar resposta